Destaques

  • sou casada a 24 anos ,meu marido e um tanto viciado em sexo mais eu não tenho desejo por ele ,na verdade sempre foi assim no começo quando nos conhecemos os dois ainda não tinham tido experiencias sexual então descobrimos juntos mais ele sempre teve mais desejos do que eu e faz uns 5 anos depois que nosso primeiro filho nasceu ficou pior ,pois ele me deixou totalmente de lado como mulher não pude contar com ele para nada na gravides e ate meu filho fazer uns 3 anos ,comecei a me sentir frustrada em relaçâo a muitas coisas pensei ate em separação mais hoje temos ate relação mais meu apetite e muito pequeno faço mpór obrigação e pra piorar um colega de trabalho começou a me assediar e e bem mais novo que eu tem apenas 24 anos e eu estou tendo desejos sexual por esse rapaz ,por favor me ajude não sei o que fazer cedo as investidas do garoto ou continuo na minha vida de sempre ,pois ainda não trai meu marido em nenhum momento o que eu faço?

    Adriana de souza, 42 Anos - Ver Resposta

    Oi Adriana.
    Essa é uma questão interessante e muito comum. Infelizmente somos condicionados a ficar numa relação mesmo que não estejamos felizes. 

    Veja que aparentemente você não tem problema com seu desejo, pois está sendo estimulada de tal forma que seu desejo está aí, vivo, pulsando. Penso que seria muito importante investigar o que não está bem no seu casamento, o porquê de você não sentir desejo por ele. Sem a devida atenção a essa área, seu marido continuará fazendo o que não é bom para você e você continuará infeliz e se sem desejo. Caso vocês não consigam fazer isso sozinhos, pense na possibilidade de irem a um psicólogo para ajudar vocês.

  • Moro com meu namorado faz 2 anos e 3 meses, nos conhecemos e em um mês já fomos morar juntos. O primeiro dia que nos beijamos foi uma loucura, só não transamos pq não deu, mas depois de uma semana aconteceu e foi maravilhoso. Nesse tempo que estamos juntos aconteceram muitas coisas mas o grande problema é a falta de sexo, já ficamos 3 meses sem fazer. Sou compreensiva, procuro conversar com carinho, mas hoje estourei!! Faz 15 dias que aconteceu a última vez, aí hoje conversamos e ele disse que não quer pq está se sentindo gordo e não está se sentindo bem com seu corpo (engordou 20 quilos). Eu entendo, mas falei que sinto tesão por ele de qualquer jeito, não adiantou, ele não quis mesmo. Falei e penso que o problema sou eu, me sinto feia pq ele não me deseja, não me dá carinho... Não estou trabalhando, me sinto a empregada doméstica dele... Porém ele sempre teve desculpas pra não fazer sexo, tinha medo de eu engravidar mas eu tomo anticoncepcional direitinho, o dia que esqueci um, ficou sem fazer (sua ex engravidou com 3 meses de namoro), estávamos com problemas financeiros não queria, estava preocupado com problemas no trabalho, também não queria... Pedi para ele resolver os problemas dele, ele está fazendo terapia, mas diz que tem vergonha de falar para a psicóloga coisas referentes ao sexo. Não foi no médico p ver o testosterona... Me sinto cada vez mais frustrada, já pensei e penso em acabar com o relacionamento por isso. Não o procuro mais pq ele diz que sou safada demais, que uma semana sem sexo eu brigo!! Não sei o que fazer, pois eu o amo muito e com ele eu faço amor, não acho certo procurar outro p fazer sexo, apesar de às vezes dar vontade... Tenho 37 anos, todos me dão 27 anos e meu corpo está ótimo, mas minha auto estima caindo cada vez mais por não ser desejada pelo meu amor... Ele tem 26 anos. Me enganei com os homens mais novos, apesar que nunca tive problemas com meus exs, eram mais novos e muito fogosos. Preciso de ajuda, não sei mais o que fazer!!

    Mulher SP, 37 Anos - Ver Resposta

    Oi Mulher SP.

    Imagino que você esteja muito frustrada mesmo. Mas pelo seu breve relato, penso que exista outros fatores que precisam ser levados em consideração. O não querer fazer sexo, é apenas uma forma de mostrar que algo não está bem. A aparência da mulher para o homem, é importante sim, e vejo que você se cuida e é bem conservada, porém, só isso não basta. Alguns valores, comportamentos e conteúdos também contam muito. A fase de início de relacionamento, normalmente é regada com uma grande dose se curiosidade, expectativa e paixão, isso é bom, mas não dura muito, e é importante que seja assim, pois é preciso dar lugar a um sentimento mais sereno e mais profundo. Mas também é nessa virada que enxergamos coisas que pode levar ao desinteresse ou a ter vontade de nos aprofundar mais.
    Outra coisa importante para você ver, é o porquê você tem preferências por homens mais novos. ​
     
    Se precisar de ajuda para sair dessa, pode contar comigo.
     

  • Meu marido sempre foi louco por sexo, esse nunca foi nosso problema , mas depois q ganhei minha filha, ela tinha 8 meses e eu i procurava e ele sempre cansado, perdia a ereçao qdo transavamos, eu logo pensei q o problema era cmg, tratei de emagrecer qse 10 kg, a me arrumar mais, mas msm assim nada mudou, até o dia q ele resolveu abrir o jogo e falar q não estava conseguindo manter a ereçao. Foi ao médico e constatou q é de fundo psicológico, ele faz terapia c psicóloga, até estava melhorando as coisas, mas agr ele teve uma recaída brusca, eu não qro q ele tome remédio pq sinto q é uma coisa artificial, mas sempre qdo olho o celular dele está cheio de buscas na NET por vídeos porno, ou seja ele não me procura, ou não funciona cmg, mas se masturbar ele faz. Isso anda mexendo mto c meu psicológico,ando mto nervosa, me sinto inferior, humilhada.. Oq eu faço?

    Jeniffer, 27 Anos - Ver Resposta

    Oi Jeniffer.
    Eu entendo sua tristesa. Acho que vocês começaram bem, conversando e indo a uma profissional. No entanto, com a parada do tratamento, não só não foi resolvido como regrediu.

    Quando o assunto é de ordem psicológica, não adianta o uso do medicamento, é prociso tratar a causa. Nesse caso, é interessante que vocês procurem um um psicólogo especializado em sexualidade. Assim será possível tratar de forma mais profunda e focada essa questão. O fato dele estar interessando em outra fonte de sexo, sugere que desejo ele tem, só é preciso ajudar a cananisar o sexo para a relação. E para isso, é necessário entender o porque isso não está acontecendo.

    Vale a pena comentar um pensamento muito comum na pessoas, principalmente em algumas mulheres, de que, basta estar com um corpo legal, ficar bonita e aparecer par ao homem, que tudo estará resolvido, que isso basta para ser irresistível para o homem. Não é bem assim, talvez isso funcione no começo do relacionamento, mas com o tempo, ambos que mais. O que significa que tem muitas outros comportamentos, no dia a dia que passam a ser relevantes, e claro, isso varia de casal para casal. É legal que o casal tenha sintonia no sexo e fora dele também. Muitas vezes, temos valores, auto regras, ou mesmo, não nos abrimos para nos atualizar, levar novidade para o outro, nos tornar uma pessoa mais interessante. Nesse cenário, fica mais difícil querer que o sexo sejá o salvador para pátria. O sexo legal é aquele que começa muito antes da "cama".  

  • Sou casada a 16 anos, tenho um filho de 6 anos e meu esposo tem 48 anos, estamos passando com dificuldades financeiras e já faz 2 anos que ele não me procura na cama....tento procura - lo é ele sempre arranja uma justificativa...está com sono...finge que está dormindo. ...a última vez que tivemos relação ele não conseguiu chegar aos finalmente e eu fiquei muito brava. ..confesso que meus comportamentos contribuíram para isso...e ele fala pra mim...se o para vc e mais importante que outra coisa....ele não explica porque não me procura....elenco dei depois da gravidez, dei uma relaxada, mas estou retomando minha auto estima....fã o exercício I IOS e já estou fazendo um tratamento para emagrecer. Ele não fala nada, não pergunta nada, conversa comigo normalmente em casa, me trata como uma amiga, não me acaricia, quando eu dou uma Abraço e Beijo ele corresponde mas sexo nunca mais aconteceu. ...confesso que isso me machuca muito saber que não estou despertando interesse nele. ..Não sei mais o que fazer, ele não me dá oportunidade para falar sobre o assunto fica bravo...o que fazer?

    cica, 36 Anos - Ver Resposta

    Oi Cica.
    Isso é bem desagradável eu entendo.
    Eu penso que deixar esse assunto acomodado, não é uma boa. Essa acomodação, alimentada por você, acaba gerando insatisfação, deixando você triste, afetando sua auto estima e o pior, pode escontar algum problema, seja com ele, com você ou com o casal.
    Seria muito adequado irem a um psicólogo para entenderem o que está por trás dessa dificuldade.

  • Boa noite. Gostaria de saber se vc pode me ajudar. Estou aqui indicada por uma grande amiga, que tem um problema exatamente oposto ao meu. Mas penso que vc possa me ajudar.
    Ando completamente sem desejo sexual pelo meu marido. Algumas coisas aconteceram, algumas mágoas, mas nao gostaria que isso afetasse o meu físico. Por isso gostaria de saber se existe algum medicamento que pode aumentar minha libido, mas aumentar MESMO...
    Por enquanto, agradeço e aguardo sua resposta o mais rápido possivel.

    Marcia, 41 Anos - Ver Resposta

    Olá Marcia.
    A inibição do desejo sexual traz muitas pessoas aos nossos consultórios. Sei como é ruim estar ao lado de alguém e não sentir vontade de transar, não sentir desejo sexual. Chega uma hora quer as desculpas não adiantam mais.
    Cada caso é um caso e precisa ser investigado separadamente. Você falou que algumas coisas aconteceram no relacionamento, que existe mágoa. Isso precisa ser investigado. Sempre há um ou alguns motivos para o desejo sexual diminuir ou acabar. Quando você fala que não gostaria que esses fatores não afastasse o seu físico, lamento, mas não temos controle sobre isso; pelo contrário, entenda isso como sintomas, é uma clara manifestação de que algo não está bom, que precisa ser arrumado. Os fatores emocionais (psicológicos) estão totalmente ligados ao nosso físico, um afeta o outro. Enquanto isso não for encarado pelo CASAL de maneira séria e realista, o problema continuará e aumentará, atrapalhando outras áreas da sua vida. É então que, para satisfazer as necessidades de sexo, carinho, atenção, as pessoas começam a procurar pessoas fora da relação. Essas são necessidade de todos nós, é saudável vivenciá-las, mantê-la em dia.
    Quanto ao uso de medicamentos para isso, não é bem assim. O medicamento só deve ser usado quando a origem do problema é orgânico, como por exemplo, uma deficiência hormonal. Por isso uma avaliação médica em muitos casos é necessária. No seu caso, seria muito importante que você e/ou seu marido fossem a um psicólogo para analisar o caso e, se vocês desejarem, se submeterem a uma terapia individual ou casal. Isso é o profissional que avaliará após ouvir vocês.
    Eu parabenizo você por estar procurando ajuda profissional. Será assim que você encontrará uma solução para essa dificuldade que está passando.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Doutor! Preciso da sua ajuda. Namoro faz 5 anos e tenho uma filha de 5 meses. Eu tenho 27 anos. Meu "namorido" tem 25 anos. No começo do nosso relacionamento fazíamos sexo toda hora, quase todos os dias. Depois de 4 anos a frequência foi diminuindo. Na gravidez transamos apenas umas 3 ou 4 vezes e depois que minha filha nasceu transamos apenas 1 vez, ou seja, faz 4 meses que não transamos. Sou bonita e atraente, muitos homens dão em cima de mim, meu corpo voltou ao normal rápido após a gravidez mas mesmo assim ele não me procura pro sexo, pelo contrário, sou eu quem o procura e ele não corresponde. Da última vez comecei a tocá-lo no orgão sexual e ele ficou simplesmente parado, nem se excitou. Depois disso tb não o encostei mais, e estamos assim, vivendo como irmãos praticamente. Ele diz que me ama muito, que quer continuar comigo mas não sei o que fazer. Qd tentei conversar sobre o assunto sugerindo até q ele estaria me traindo ele disse que não tem tempo pra pensar em sexo, que está preocupado em trabalhar e pagar suas contas... Não sei o que está acontecendo doutor. Meu desejo sexual continua como sempre, tenho muita vontade de transar e venho me masturbando, estou muito infeliz com essa situação... O que o doutor acha?

    Carina, 27 Anos - Ver Resposta

    Olá Carina.
    Eu entendo sua situação, sei que ficar numa relação assim é ruim.
    No decorrer do tempo a relação sexual tende a diminuir um pouco, o que é normal, pois o casal passar a dividir mais o tempo para o desenvolvimento de outras áreas da vida. Porém, pelo seu relato, a sua situação é bem diferente. O que precisa ser feito é entender o que está levando seu “namorido” a se comportar assim. Como ele mesmo disse, "não tem tempo de pensar em sexo, que está preocupado com em pagar as contas...". Isso pode ser um dos motivos para o desinteresse dele, afinal, se ele está com a cabeça em outro lugar, não vai ter desejo sexual mesmo.
    Mas há outras possibilidades que também contribuem para isso, e nesse caso é preciso investigar.
    Quando você fala que é bonita e atraente, isso num primeiro momento da relação pode ser é muito importante, porém, no decorrer do tempo essas características vão se tornando secundárias e dando lugar aos comportamentos. Ou seja, o modo como você fala, pensa, age... tem mais peso. Isso significa que estamos diante de outra hipótese: será que há algo nos seus comportamentos que contribui para o desinteresse dele? Em muitos casos a pessoa não consegue perceber o que e porque sente, por isso não consegue falar o que é.
    Há uma questão que precisa ser muito bem observada por você. Ninguém é obrigado a ficar com ninguém. Com isso, estou dizendo que se ele não pode ou não se sente com vontade de dar a você o que é importante e necessário na relação, isso deve ser respeitado e você não precisa se manter numa relação se não estiver satisfeita.
    Eu entendo que há um sentimento entre vocês, e isso dificulta a tomada de algumas decisões, inclusive por ele. Ele deve estar confuso, pois diz que a ama, mas não sente desejo por você. É difícil uma relação se manter saudável assim.
    Caso vocês queiram continuar juntos, seria muito importante descobrir o que está acontecendo. Como nem sempre essa é uma tarefa fácil, vocês podem ir a um psicólogo para ajudar nessa questão tão delicada do casal.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Doutor , fiquei muito impresionada com seu site muito bom mesmo,parabéns! A minha pergunta é a seguinte: eu sou casada a 5 anos eu tenho 25 anos e meu marido tem 48 mas depois que minha filha nasceu eu fui perdendo o desejo sexual ñ propiamente pelo meu marido mas pelo sexo, eu ñ consigo me concentrar p ter vontade de geito nenhum isso já tem 3 anos e parece que cada dia que passa eu vou perdendo mais a vontade des de já eu gostaria de diser que o fato dele ser mais velho que eu ñ é o problema, eu acho que o problema é comigo mesma. Acho que você ira pensar que eu estou dando muita atenção para minha filha e pouca p ele,como na maioria dos casos mas eu acho que ñ bom isso é o que eu acho nem eu mesma tenho certeza mas o que eu sei é que a minha vida rotineira tem ajudado muito a ficar assim. Tenho uma rotina muito cerrada as veses parece que eu acabei de acordar e ja estou indo dormir no mesmo instante, mas eu ñ sei ao serto o que esta acontecendo eu acho que ele ñ merece isso. Eu gostaria muito da sua opinião proficional mas des de ja gostaria de diser tmb que aqui onde eu moro ñ tem um tratamento p esses casos que seria a terapia de casal. Eu sei que vc tem muitas pessoas p responder, mas vou esperar ansiosa sua resposta. muito grata!

    Cristina, 25 Anos - Ver Resposta

    Oi Cristina. Muito obrigado pelos elogios.
    É preciso investigar mais a fundo para entender melhor o seu caso. Porém, você diz que tem uma rotina diária tão intensa que nem percebe o dia passar. Isso significa que você também não tem tempo para se perceber, para se sentir, para ver, ler, ouvir coisas que possam estimulá-la não só sexualmente mas também para a vida. O tempo está passando e você nem se quer está se dando conta de que sua vida está "atrofiando", "enferrujando", "mofando"...
    É muito provável que você precise mudar sua rotina. O ideal é que você procure um psicólogo para você primeiramente, e se for necessário, esse profissional indicará o que deverá ser feito.
    Mude, leia sobre coisas que você gosta, que a estimule sexualmente, que a faça sentir mais mulher, mais atraente, sedutora... Cuide de você!

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Namorei cerca de 7 anos e nos casamos recentemente. Não tenho dúvidas quanto ao meu amor por ele, mas sei que desde o início de nosso relacionamento, o apetite sexual dele sempre foi menor do que o meu, sempre pensei que homem tem uma vontade bem maior do que a mulher, chegamos por várias vezes à conversar sobre, mas ele sempre disse que era diferente de outros homens e que achava que isto não era principal em um relacionamento. Tivemos uma crise a uns dois anos atrás, onde achei que ele estaria envolvido com outra pessoa, mas acabamos conversando e por ele ficou provado que não, mas pra mim, fiquei com um ?? Agora cerca de um mês casada, não sei o que aconteceu...perdi meu apetite sexual, que antes era intenso, tenho certeza que o amo, mas não tenho vontade e por mais que eu me esforce em ter relacionamento com ele é difícil pra mim, chega a doer porque não tenho vontade. Até conversamos, e disse que iria conversar com minha médica, gostaria de saber se o anticoncepcional pode tirar o apetite sexual, se eu posso ter ficado bloqueada pelo fato de achar que eu não poderia ter mais vontade do que meu parceiro, se minha decepção pela situação ocorrida e não tendo certeza ajudou, estou desesperada, sou nova ainda, tenho 29 anos e não sei o que fazer?

    Priscila, 29 Anos - Ver Resposta

    Olá Priscila.
    O seu caso ilustra bem esse mito tão difundido de que o homem gosta mais de sexo que a mulher. Não dá para generalizar, pois cada caso é único. Mas é possível afirmar que por sermos diferentes, temos criações, valores, vontades e gostos diferentes também. O mesmo acontece com o sexo. Quando você diz que tinha mais vontade do que ele, não podemos afirmar que ele tenha problemas ou que isso não significa que ele tem outra mulher, mas isso pode significar que ele tem um ritmo ou vontade diferente de você.
    Existe uma infinidade de coisas que excitam uma mulher. Dentre elas, saber que é desejada pelo parceiro e fundamental. Pelo seu relato, parece que não se sentir desejada pelo seu parceiro durante tanto tempo, pode ter causando essa diminuição do seu desejo sexual.
    Com a atual situação, a relação sexual entre vocês é muito ruim, chegando ser dolorosa para você. O que significa que não dá para pensar numa relação sexual saudável e prazerosa. É pouco provável que a pílula esteja causando isso, mas vá ao médico para descartar essa possibilidade.
    Seria muito importante que você juntos procurassem um psicólogo especializado em sexualidade para ajudá-los a resolver essa situação, que se não for feito nada, tenderá a piorar.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Doutor, Tenho uma dúvida e gostaria de uma ajuda sua. Namoro há 2 anos. No começo o interesse sexual, de ambas as partes, era gigantesco. Para mim, essa relação me mostrou o que era voltar a viver, pois há tempos acreditava que eu não tinha libido. Ele nunca havia namorado sério e quando o conhecí era bem independente, do tipo "garanhão", enfim, popular, etc...Diz ele nunca ter encontrado alguém inteligente e com o famoso "pulço firme". Ele diz também que eu fui a primeira que ele se apaixonou de verdade. E por essas e outras verdades, foi que, pela primeira vez na vida dele, ele cedeu a todos os meus caprichos, dentre eles a perda da vida social (devido ao meu ciúmes). Com o tempo, o desejo sexual dele por mim foi diminuindo, lembrando que, ele nunca conseguiu me fazer atingir orgasmo, e eu comecei a me mostrar mais interessada por ele do que ele por mim. Ele diz que eu o abafei muito... Você acha, que por ele ser do estilo dominante, eu com meu ciúmes e ele por achar que não consegue me satisfazer conseguí bloquear o desejo dele por mim? As vezes sinto que não vou aguentar! Minha auto-estima está no sapato! Não sei mais como posso chamar a atenção dele...Me arrumo, fico magra, bonita..etc! Outra coisa que notei é que ele está MTO sem peciência cmgo...Todas as coisas repetitivas ele nem se quer ouvir.. Doutor, você acha possível reverter este quadro? Eu o amo, quero demonstrar isso para ele, mas anda impossível... Estou dando mais espaço para ele e tentando ser mais independente dele.. Será que consigo? Me ajuda...não quero que um namoro perfeito acabe por isso...ME AJUDA! Grata

    Marisa, 30 Anos - Ver Resposta

    Oi Marisa.
    Imagine uma flor linda e delicada, com um perfume delicioso que por você estar tão encantada com a beleza e o perfume, você a segura com muita força para cheirá-la com todo ar do seu pulmão de uma só vez. O que acontecerá? Você a sufocará, a amassará, e ela perderá a beleza, o perfume e morrerá.
    É isso o que está acontece nessa relação. Você está sendo pesada, não deixando espaço para ele respirar, mostrar aquilo que tanto a encantou no começo. Em resposta a isso, ele a evita, ele não tem mais interesse por você do modo como você quer.
    Em consequência disso você tem percebido a diminuição do desejo sexual dele por você, desinteresse em estar com você.
    Saber dessas coisas, que provavelmente seus comportamentos estão causando essas reações nele, é parte do processo. Agora, é preciso mudar. No entanto, não é uma tarefa fácil, pois se você age assim é porque há motivos para tal, porém, o motivo pode não ser seu parceiro, mas sim, questões suas, como inseguranças, medos... Ou seja, será preciso entender o real motivo para uma mudança adequada.
    Se nessa tentativa de mudança você sentir que está muito difícil para conseguir sozinha, seria importante contar com a ajuda de um psicólogo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tenho 25 anos, casada há 2 e não sinto desejo pelo meu marido,ele não me disperta nenhuma vontade,muitas veses disfarço figindo que estou dormindo para não ter que beija-lo,isso esta me encomodando pois ele fica chateado e chegou a falar que tenho outra pessoa,confesso que gosto muito dele,não sei o que está acontecendo. bjs desde já agradeço.

    Marina, 25 Anos - Ver Resposta

    Olá Marina.
    A inibição do desejo sexual infelizmente atinge um número significativo de pessoas. As causas são as mais variadas. No entanto, nos casos onde não existe problemas orgânicos, como os hormonais, normalmente observamos algo muito comum nos casais com essa queixa: os comportamentos da outra pessoa. Isso significa que nós gostamos ou não do modo como a outra pessoa se comporta. Se eu vejo a pessoa se comportado de modo que me agrada, de modo que desperta em mim admiração, se ela tem valores que para mim são importantes, enfim... se seu parceiro apresenta um conjunto de comportamentos que casam com seus com o que você busca, esse sentimento vai adiante. O contrário também é verdadeiro.
    Porém, quando você diz que gosta muito dele, eu sei que isso deixa você muito confusa. Mas o que você sente é um carinho, pois parece haver respeito e cuidados nessa relação. Mas esse sentimento é diferente de desejo sexual pela parceria. Eles podem caminhar juntos, mas não necessariamente estão sempre juntos. Há casais que são ótimo quando o assunto é sexual, mas a convivência diária é terrível, assim como o contrário, que parece ser seu caso.
    Será preciso entender em que momento essa relação começou a se perder, o que cada um espera do outro, se o outro está afim de mudar, se os valores de vocês são compatíveis... algumas questões serão necessárias serem verificadas para tentar resgatar essas relação. Do modo como está, se nada for feito, tenderá a piorar e será ruim para ambos.
    Em alguns casos o casal conversando de modo bem franco, poderão encontrar soluções para essa questão. Porém há casos em que a ajuda de um psicólogo pode ser muito importante nesse momento delicado da relação.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • ESTOU CASADA HÁ 4 ANOS, TENHO 37 ANOS, SOU ATRAENTE, MAGRA E MALHADA, E ELE TEM 56 ANOS E CORRE DIARIAMENTE. NO PRIMEIRO ANO O SEXO ERA MARAVILHOSO E QUASE DIÁRIO, MAS DEPOIS TUDO MUDOU E. HÁ TRÊS ANOS. NÃO FAZEMOS SEXO. ELE É UM HOMEM MARAVILHOSO, GENTIL, DECENTE, COMPANHEIRO E EU O AMO, MAS ELE DIZ QUE, APESAR DE ME AMAR MUITO, SE DESINTERESSOU COMPLETAMENTE POR SEXO, QUE NÃO SENTE VONTADE NEM COMIGO NEM COM NINGUÉM, E EVITA ATÉ ME ABRAÇAR E BEIJAR PARA NÃO ME EXCITAR. ELE DIZ QUE PERDEU TOTALMENTE A VONTADE, DIZ QUE ESTÁ VELHO, QUE NÃO SENTE FALTA NENHUMA DE SEXO E QUE SE SENTE MUITO BEM ASSIM, MAS QUE SOFRE MUITO POR NÃO PODER CORRESPONDER AO QUE EU PRECISO E PROPÕS ATÉ QUE NOS SEPARÁSSEMOS, POIS NÃO É JUSTO PARA MIM VIVER PRIVADA DE SEXO. CHEGAMOS A NOS SEPARAR POR UM MÊS, NOS FALÁVAMOS TODOS OS DIAS, POR TELEFONE OU PESSOALMENTE, MAS A DOR DA SAUDADE FOI TANTA QUE VOLTAMOS. EU NÃO QUERO ME SEPARAR PORQUE EU O AMO, MAS ELE TEM PAVOR A MÉDICOS, HOSPITAIS, TERAPEUTAS E REMÉDIOS, POIS ELE FOI OPERADO, HÁ 12 ANOS, DE UM ANEURISMA CEREBRAL GRAVE, FICOU UM BOM TEMPO EM COMA E SOBREVIVEU COM A COLOCAÇÃO DE UMA PINÇA METÁLICA PERMANENTE EM SEU CERÉBRO E FICOU SEM SEQUELAS APARENTES. ELE FOGE DE QUALQUER TRATAMENTO PSICOLOGICO OU DE TOMAR ESTIMULANTES, SENDO QUE O CHECK-UP MOSTROU QUE ELE ESTÁ BEM FISICAMENTE, SÓ TEM UMA TIREIODITE E O PSA UM POUCO ELEVADO, MAS O MÉDICO DISSE, APÓS A BIÓPSIA, QUE É UMA PROSTATITE CRÔNICA BENIGNA. ESTOU DESESPERADA PORQUE NÃO QUERO ME SEPARAR DELE. EÇO AJUDA! GRATA.

    Vitoria, 37 Anos - Ver Resposta

    Olá Vitória.
    É comum que muitas mulheres atribuam a diminuição do desejo sexual ao aspecto físico da parceira. Se ela está com um corpo legal, então necessariamente o desejo dele estará em alta. Isso não é verdadeiro para todos os casos. Além disso, essa maneira de pensar torna as mulheres escravas dos padrões de beleza estabelecidos na nossa sociedade: tem que ser malhada, com peitões siliconados, sempre durinha e dedicar horas e horas na academia.
    Pois é, a prova de que isso não funciona para um prazo de validade longa, é provavelmente o que você está vivendo.
    Vitória, sem dúvidas não é por causa da sua aparência que ele teve uma diminuição do desejo sexual. No entanto, sem conhecer o caso, não temos como afirmar o que causou isso.
    Entendo que você está sofrendo, e não tenha dúvidas que ele também. No entanto eu a parabenizo por estar procurando ajuda, pois será assim que você conseguirá resolver essa questão.
    No seu relato você diz que ele se recusa a fazer qualquer tratamento para resolver essa questão. Isso não é bom, pois dessa maneira, parece que ele acaba tendo ganhos com essa situação (sem desejo sexual) e/ou parece não se importar com o que você está sentindo.
    Ele tem o direito de não querer se tratar. A vida é dele. Mas a sua vida é sua e por isso precisa cuidar dela, se valorizar e fazer o que for preciso para se sentir bem e viver de modo feliz e saudável.
    Sei que você deve estar muito confusa, por isso, seria muito importante que você conversasse com um psicólogo que seja terapeuta sexual para entender com mais detalhes o que está acontecendo para assim ter mais dados para ajudar a resolver essa questão.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Sou casada a 7 anos depois que engravidadei da minha 1ºfilha, meu casamento mudou muito, tive muitos problemas na gravidez que resultou no esfriamento do casamento, logo depois engravidei da minha 2º filha, já foi mais tranquilo pois já tinha experiencia da primeira filha, nossa vida sexual já nao era mais tão ativa, mas era normal ( regular ), de alguns meses pra cá tenho notado a dificuldade dele ejacular, pois sempre está cansado pois temos uma rotina bem louca, ele trabalha em dois empregos inclusive na madrugada, o meu trabalho tbm é puxado, quase não nos vemos. Descobri que ele anda bucando materiais pornograficos para tentar se ecitar. Fui ao sexshop comprei oleos, pomadas, etc... pra tentar esquentar nosso relacionamento, não sei o que fazer, fiquei muito chateada pois ele não se abre comigo, pequei ele na net vendo paginas de sexo, o que devo fazer????? Me ajude

    Patricia, 27 Anos - Ver Resposta

    Olá Patricia, pelo que você descreve, vocês não têm tempo para a relação. Aconteceu as dificuldades na primeira gestação e parece que até hoje vocês não estão conseguindo lidar com crise que cada vez se intensifica.
    Esses recursos como pomadas e óleos são apenas paliativos, não vão resolver a questão que está causando a crise. Mas será preciso entender que algo nao está bem e que vocês não estão sabendo administrar, estão con dificuldades para ter um diálogo aberto, dizer para o outro o que sentimos é necessário para o casal crescer, sem isso, as pessoas ficam atirando para todos os lados, e o resultado é cada vez pior.
    Quando você se silencia diante do silêncio dele, isso não é bom e precisa mudar. O mesmo serve para ele.
    É provável que vocês precisem de uma ajuda profissional.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Tenho um pequeno grande problema,espero pelo menos uma luz,estou a pouco mais de 10 meses casada, no início ele sempre me procurava para termos relação sexual,sendo que após 4 meses este ato só ocorre se eu o procurar e já passamos mais de 30 dias sem fazer...,em relação a isso ele fala gostar muito de mim,sentir muito tesão e que esse ato é a parte mais fácil do relacionamento,que o dificil é a compreenção,respeito,entre outros e alega não dar tanta importancia assim ao sexo,o que me deixa muito confusa,magoada,sem respostas,é quando percebo ou vejo ele se masturbando,isto ocorre na hora que estou dormindo,acordo com ele se mexendo e ele acaba disfarçando;antes de dormir,quando estou no banho olho pela fechadura e o vejo masturbando,mas quando saio do banheiro que me deito e o atiço,ele queixa-se de cansaço e que quer dormir,sendo que um dia peguei no flagra se masturbando e perguntei a ele porque fazia aquilo se eu estava ao lado dele,ele negou,não assumiu que se masturba e que não faz isso porque me tem,sendo que isso é mentira,pois já o peguei algumas vezes,penso até que ele faça isso todos os dias e não sei mais o que fazer,ele não se abre comigo,pedi que procurassemos algum especialista,ele não aceita,diz que não acontece nada disso e que não se masturba... É isso e mais um pouco Dr.,estamos no inicio do nosso casamento e não estou gostando dele me esconder isso,fica mentindo,negando que faz,assim me faz algumas vezes desconfiar dele.O que fazer nessa situação,já que ele não quer diálogo?Isso me doi, me incomoda,me sinto traida,pois já que estou em casa na hora do ato,não teria p que ele se masturbar,era só me chamar,é normal ele sendo fiel,me amar e se masturbar eu estando em casa?porque não me procura,só eu tenho que procurá-lo?

    Claudia, 25 Anos - Ver Resposta

    Olá Cláudia.
    Necessariamente há alguma questão que não está bem para ele. Sei que muitas coisas passam pela sua cabeça, inclusive sobre seu corpo. Mas nem sempre a questão envolve o corpo. No entanto o leque de possibilidades de causas para esse comportamento dele, é enorme, por isso, o melhor é entender diretamente dele o motivo disso. É muito provável que ele não dirá, pois teme magoá-la. E como ele gosta de você, prefere guardar para ele o não está bem para ele. Por isso, seria muito interessante que um psicólogo pudesse ouvir vocês dois para entender o que está acontecendo.
    Em muitos casos como o de vocês, quando seu parceiro diz que a ama, é verdade. Porém amor e desejo sexual são coisas distintas, mas que podem ocorrer juntas ou não. Por isso, é provável que algo na relação não está bem para ele, o que pode ser alguma questão com você ou mesmo com ele, que diz respeito a vida dele.
    A coisas é complexa, mas não desista de tentar ver o que está acontecendo. Você já deu o primeiro passo, mandando esse e-mail, agora você precisa continuar.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Oi Dr. Agradeço desde já pela atenção! Namoro há 8 meses, mas já me relaciono com meu namorado há 2 anos, quando o conheci ele era o fogo em pessoa, não nos viamos sempre. Até que começamos a namorar, foi nesse exato instante que nossa relação sexual começou a esfriar. Eu entendo que ele tenha que cuidar da empresa dele e que ele tenha muitas responsabilidades, mas não há o que eu faça que consiga deixá-lo motivado realmente, ele tem 33 e eu tenho 22, e me considero muito bonita. Ontem dancei para ele ... fiz carícias, massagem e nada... fomos deitar e ele veio com a pior conversa que eu poderia ter escutado naquela hora; ele citou um texto do Arnaldo Jabor que dizia que um homem quando perde o interesse sexual precisa transar com uma mulher fora do relacionamento "... mas é só sexo mesmo... " para voltar a vida ativa com a namorada, senti tanta raiva que acabei com ele, usei termos muito afencivos e posso dizer que até agora estou muito nervosa, não entendi o que ele queria quando disse isso e também não sei como agradá-lo, já tive vários indícios de que ele me trai, mas ele jura que nunca o fez... não sei o que fazer.... será que se eu der um gelo nele ele volta a se interassar por mim?!

    Carol, 25 Anos - Ver Resposta

    Carol, essa baixa no desejo sexual dela, necessariamente está mostrando que algo não está bem para ele. Isso pode ser em alguma questão pessoal ou mesmo com você.
    É muito comum as pessoas (homens e mulheres) imaginarem que basta ter um corpo bonito ou um rosto lindo que está garantido o desejo. Isso pode ser no começo do relacionamento. Porém, com o decorrer do tempo, o que contará mais são os comportamentos da pessoa. O corpo é importante, mas a longo prazo, são os comportamentos de pesam mais.
    Ele deve estar com dificuldades para falar sobre os próprios sentimentos, por isso é comum esses comportamentos de esquiva.
    Independente do que ele sente ou quer com você é importante que você se valorize.
    Ter uma conversa franca com ele será muito importante.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Gostaria de saber se existe algum remédio para falta de líbido.

    Fefe, 30 Anos - Ver Resposta

    Fefe, a falta do desejo sexual é um sintoma que mostra que alguma coisa não está bem. E é isso que precisa ser investigado para poder tratar.
    Os motivos podem ser dois: orgânico ou aspectos psicológicos. No primeiro é preciso ir ao médico para fazer exames para verificar alguns hormônios e se for contatado algo, o médico irá orientar. Quanto ao segundo, é preciso descobrir o que está causando esse sintoma. Aqui as possibilidades são várias, que pode ser algo relacionado a depressão, o estilo de vida, trabalho ou mesmo algo relacionado a pessoa que está com você. Nesse caso é necessário que você procure um psicólogo, de preferência especializado em sexualidade para ajudá-la a resolver esse problema.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Doutor, estou com um grande problema, tenho medo dos meus pensamentos, pode parecer uma coisa louca, mas é que eu tenho 20 anos e tenho um namorado que eu sei que ele gosta de mim e eu tambem gosto dele, e ele sente um desejo sexual enorme por mim, mas eu nao sinto o mesmo por ele, e tem outro detalhe, eu me sinto muito atraida pelo meu vizinho, e sei que ele me dá bola, sinto uma vontade enorme de ter relacao com ele, mas com o meu namorado eu nao sinto isso. O que acontece comigo doutor, eu queria sentir o mesmo interesse que eu sinto por este vizinho pelo meu namorado, mas nao consigo e o pior é que o meu vizinho é casado e tem filho, mas eu sei que ele tambem quer, só que não quero terminar meu relacionamento por causa disso, mas estou me sentindo muito mal, pois acho que estou traindo o meu namorado, e ele nao merece isso..Por Favor , me ajude!

    Lais, 20 Anos - Ver Resposta

    Oi Lais. Nem sempre a pessoa que está ao nosso lado, apesar de ser muito boa, necessariamente é por quem sentimos desejo. Normalmente isso gera muita culpa, pois "é uma pessoa boa, responsável, os pais gostam dela..."
    Sempre que casos como esse chega ao nosso consultório, ao investigarmos, encontramos questões mal resolvidas, comportamentos inadequados, coisas que a outra pessoa faz que não gostamos mas às vezes não conseguimos ver com clareza... Com o tempo, essa situação gera um aumento na vontade de conhecer outras pessoas.
    Muitas vezes quando o casal conversa, e é exposto o que não está bem, já é o suficiente para a pessoa mudar. Outras vezes não é tão simples, e se a idéia manter o relacionamento, então sugiro que procurem um psicólogo para ajudá-los.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • olá dr, tenho 45 anostive um relacionamento de 20anos, desse nasceram dois filhos.Hoje sou casado com outra pessoa mais nova que eu 15 anos, porém no inicio do relacionamento brigavamos muito e até hoje continua. ela insiste em trazer para dentro do nossa relação meu relacionamento anterior. com relação a nossa vida sexual era uma maravilha me sentia um verdadeiro garanhão, com relações bastante frequentes, chegando a fazer amor 3 vezes ao dia.hoje se resume a 1 vez em cada 15 dias dai cobro com muita insistencia a frequencia de antigamente.Dai eu pergunto è normal esse comportamento de um casal que se amam?
    por favor.

    Julio, 45 Anos - Ver Resposta

    Oi Julio.
    Amor e sexo são coisas diferentes e não necessariamente precisam estar juntas. Usar o termo “amor” como referencial para a freqüência sexual não é bom nem correto. Duas pessoas podem se amar muito e não fazerem sexo na mesma proporção (se é que dá para medir isso).
    A freqüência sexual reduz com o tempo da relação, o que é normal, já que outros valores e contingências vão surgindo no relacionamento no decorrer do tempo.
    Não podemos esquecer que o tempo e as necessidades de cada pessoa podem ser diferentes do tempo da outra pessoa. Para alguns, fazer sexo uma ou duas vezes por semana está muito bom, para outros, uma ou duas por mês está bom. Somos diferentes e isso precisa ser respeitado.
    Mas (há sempre um, mas), é preciso analisar cada situação: você descreve que existe um conflito na relação de vocês, e isso pode estar contribuindo para o desejo sexual dela estar menor. Provavelmente o desejo sexual dela está ligado a esse conflito e, mudará quando essas questões conflitantes (para ela) forem resolvidas.
    Caso isso não seja resolvido, terá o efeito "dominó", afetando, como o tempo, o seu desejo, pois assim como está, você não se sente o "garanhão", o que é muito importante para você.
    Antes que isso tome proporções maiores, seria importante que vocês procurassem a ajuda de um psicólogo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Conheco meu marido a 1 ano e nós estamos casados a 6 meses. O problema é que ele nao quer mais fazer sexo comigo. Dois meses depois do casamento ele ja comecou a diminuir a frequencia. A última vez foi a 4 meses. O que nao entendo é que ele se masturba todos os dias escondido. Mas se eu o tocar ele fica nervoso, nao quer de jeito nenhum. Ele tem 50 anos,e tem um apetite sexual normal. A questao é que ele nao quer fazer comigo. Prefere se mastubar todos os dias a ter relacoes sexuais comigo. Isso me frustra totalmente. Me sinto um lixo e eu nunca tive problemas com sexo. Qualquer coisa ja fico lubrificada e sempre chego ao orgasmo. Ele diz que me ama tanto e que é esse amor que está atrapalhando. Nao entendo nada.

    Luciane, 29 Anos - Ver Resposta

    Luciane, por mais estranho que possa parecer isso é mais freqüente que se imagina. É muito comum aparecer essa queixa no meu consultório.
    Mas será preciso entender o que está causando isso, e para tanto será necessário entender o que acontece nessa relação, como ela está configurada, qual a participação de cada um nesse caso para então ajudá-los a resolver.
    Entendo como isso é desagradável e até humilhante para você, afinal, parece que sua sexualidade é muito boa. Nessas condições será muito difícil levar essa relação adiante por muito tempo de modo saudável onde ambos cresçam.
    Sugiro que vocês procurem um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Boa noite doutor.Bem não sei muito bem como começar,mas vou tentar.Sou casada há 12 anos,com meu primeiro namorado,sempre tivemos uma relação gostosa,e de 1 ano e meio pra ca,não tenho vontade nenhuma de fazer amor,nem com ele e nem com ninguem.Sempre fui carinhosa,atenciosa e sempre dei o meu melhor,e tambem sempre cobrei atenção e carinho dele,pois até o simples selinho que sempre cobrei,não tenho.Mas como ele trabalha demais,acha que eu tenho que entender,e aceitar pois alem de ts isso,diz que é o jeito dele.Temos 2 filhos,engordei um pouquinho,quer dizer,para quem tem 2 filhos,me considero bem.Mas ele resolveu pegar no meu "pé" e até chegou a dizer que se daqui alguns anos eu estiver assim,vai me deixar.Devido a tudo isso cheguei a pensar que eu deveria me dar o valor,e me separar,mas não me vejo sem ele,na verdade tenho acho que mistura um pouco de dó,que ele fique sozinho,mas qdo penso que ja passaram alguns anos e realmente ele não mudou..ah não sei,gostaria da sua ajuda.POR FAVOR!!!

    Amanda, 29 Anos - Ver Resposta

    Olá Amanda, parabéns por você procurar ajuda para resolver o que não está bem.
    Com base seu breve relato, parece que a questão do desejo sexual, o "não se valorizar", o excesso de trabalho dele e a questão do sobrepeso, são sintomas, que estão mostrando que a relação de vocês não está bem.
    Tais sintomas não aparecem de um dia para o outro. Ao longo do tempo, algumas insatisfações, problemas e inadequações ocorreram e vocês não deram a devida atenção para solucionar. Porém isso gerou conseqüências que hoje se encontra numa proporção que é visível e incômoda a vocês (que são o que chamei de sintomas), para então você procurar ajuda.
    Muito provavelmente vocês precisarão da ajuda de um profissional, pois, mexer nessa estrutura que foi construída ao longo de 12 anos, não será fácil. Nesse processo cada um tem responsabilidade para a melhoria, o que significa que será necessário entender os mecanismos dessa relação e os comportamentos de cada um dos de vocês dois.
    Você falou em separação como uma possibilidade de resolver o problema. De fato não sei se essa é a melhor alternativa, pois se seus comportamentos - que também contribuíram para a relação chegar aonde chegou - não forem mudados, muito provavelmente você vai repeti-lo na próxima relação.
    Como sugeri acima, penso que você vai se beneficiar muito da ajuda de um psicólogo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Sou casada a um ano e meio com meu segundo marido... estamos juntos a 3 anos ao todo.
    Estou enfrentando uma fase muito dificil, pois ele nao sente desejo por mim, nao me procura para fazer amor, seu " selinho" ja nem sentimento tem mais e os beijos quentes ja a muito tempo nao temos.
    Fazemos sexo uma vez por mes apos muita conversa com ele dizendo sobre minha necessidade.Oque acaba sendo sempre apenas a satisfaçao dele.
    Ele diz que meu jeito de ser no dia a dia afasta ele e que meu corpo nao o atrai, pois sou gordinha e ele me quer magrinha.
    Ja nao sei o que fazer...Me ajude por favor..!!!

    Adriana, 29 Anos - Ver Resposta

    Adriana, de fato, em muitos casos de inibição do desejo, quando não existem questões orgânicas, ao analisarmos vamos encontrar causas no comportamento da outra pessoa que pode estar influenciando no desejo da parceria.
    É cômodo apenas dizer que o problema está em você, que está acima do peso e outros comportamentos que ele não gosta. Pode ser isso, mas se a o desejo não se separar, é preciso encarar a situação de maneira séria e juntos procurarem soluções para isso.
    O sintoma, inibição do desejo sexual, normalmente não vem sozinho, sempre vamos encontrar outros aspectos que também precisam de atenção.
    Por isso, sugiro que vocês procurem um terapeuta sexual para investigar o que de fato está acontecendo e quais as participações de cada um dos dois nesse caso.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Gostaria de uma orientação ... Mesmo gostando muito do meu ex-namorado por diversas vezes eu não tinha lubrificação vaginal, o q dificultava bastante na hora da relação. Achava q poderia ser pq ele não fazia mais sexo oral e ate começei acreditar q não o desejava mais. Porém, passado um tempo nós terminamos e voltei com meu ex-noivo e agora qnd temos relação as vezes tb não tenho lubrificação, mesmo com sexo oral. O q pode ta ocorrendo? Como resolver? Obrigada!

    Eduarda, 26 Anos - Ver Resposta

    Eduarda, é muito comum as pessoas acharem que amor e desejo sexual andam juntos. Não é verdade. São duas coisas diferentes que tem suas funções bem definidas. Elas podem estar juntas na relação, mas não é condição obrigatória.
    Pelo que você descreve, parece que apesar de você achar que o "amava" não existia desejo sexual. A questão do sexo oral é apenas um detalhe que já se confirmou que não tem sustentação, pois na relação com o atual parceiro, mesmo recebendo o sexo oral o problema continua.
    Será preciso que um psicólogo (de preferência um que seja terapeuta sexual) investigue o que está acontecendo com você para estar apresentando essa dificuldade como desejo sexual. Sem desejo não há excitação. Sem excitação não há lubrificação (nos homens não há ereção).
    O que está acontecendo com você precisa ser analisado, pois sem dúvidas esse sintoma está mostrando que há questões na sua vida que precisam de cuidados.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá dr. claudecy. Estou passando por um problema muito difícil, tenho 29 anos, e minha esposa também, e estamos juntos há 12 anos, e faz 05 meses que não temos relações sexuais, ela diz que não sente vontade, perdeu o desejo, ela fala que não me vê como marido, devido a coisas que passaram de infantilidades minha. Parece que ela ainda gosta de mim, mais sem o sexo não há casamento. Ela me trata muito bem, mas como amigo, e fala para eu não pressioná-la, mas eu não suporto mais. Estou desesperado. E o pior é que estou vivendo na Espanha, e aqui não sei se vou ter ajuda. Se puder me diz o que fazer. obrigado!

    Augusto, 29 Anos - Ver Resposta

    Oi Augusto. Muito boa a sua questão.
    É desagradável estar numa relação e saber que a outra pessoa não tem desejo por você.
    Porém, é importante saber que se isso acontece é porque algo desencadeou isso, ou seja, existe uma causa. Você comenta que ela disse que isso é devido aos comportamentos infantis da sua parte. Isso é muito possível.
    Você diz que parece que ela ainda gosta de você e o trata bem, mas não tem vontade de fazer sexo. É importante entender que sentimento de amor, de gostar, de ter respeito são coisas separadas de sexo, são sentimentos diferentes, que podem ocorrer juntos ou não.
    Eu escrevi um texto com o título: Por que o desejo sexual acaba. Se desejar ler vá em http://www.claudecy.com.br/site/saiba_mais_interna.php?i=39 que fala disso dessa sua situação.
    De fato, estar numa relação de dessa maneira não é saudável para os dois.
    Mudanças comportamentais precisarão existir. Pois se foram alguns de seus comportamentos que gerou o desinteresse sexual dela, isso significa que tais comportamentos precisarão ser mudados, porém não existe a garantia que ela volte a desejá-lo, não sabemos o quanto de “estrago” seus comportamentos pode ter causando. Há um filme que mostra muito bem esse caso: Separados pelo casamento.
    Há um outro lado também muito importante, que por mais que você queira mudar, pode ser que não consiga ver quais comportamentos precisam ser mudados e como mudar. Por isso, penso que ter a ajuda de um psicólogo possa ser muito útil.
    Existe o outro lado que é o dela, que também precisa ser ouvido e entendido para ajudar nesse processo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Namorei 9 anos e sou casada há 6 anos. Durante o namoro tivemos uma otima relação sexual. Logo que casamos, durante a lua de mel, não tivemos relação sexual e daí em diante foram pouquissimas vezes que transamos. Há 01 ano descobri que estava com outra mulher e tendo ,com certeza ,uma vida sexual intensa. Qual é o problema dele? Acabou o amor e a atração por mim? Porque ele não consegue transar comigo ou terminar o nosso casamento? Ele disse que ama-me muito e tem dificuldade de transar comigo, pois tem medo de "quebrar-me". Além disso tem extrema dificuldade de conversar sobre isso. Favor dê-me uma opinião.

    Patricia, 40 Anos - Ver Resposta

    Olá Patrícia. É muito desagradável viver dessa maneira. Mas pelo seu relato parece que a relação já há algum tempo não está boa, pelo menos desde a lua de mel.
    Você diz que descobriu que ele tem outra, e me questiona: "Qual é o problema dele? Acabou o amor e a atração por mim? Porque ele não consegue transar comigo ou terminar o nosso casamento?" Perceba que você está atribuindo a ele determinadas funções/atitudes e está esquecendo de você, esquecendo de seus sentimentos de sua satisfação na relação, esperando que ele decida. Com isso você está se colocando em segundo plano.
    Ele tem o direito de ter uma amante, mas cabe você decidir se aceita ou não essa condição. Muito provavelmente por causa da sua passividade ele continua a se comportar dessa maneira com você. Sei que minhas palavras podem estar causando dor e mal estar em você, mas é preciso que você mude seus comportamentos.
    Eu confesso que fiquei com dúvidas quando você diz, que de acordo com ele, ele não transa porque tem medo de “quebrar você”. Você pode me explicar o que isso significa?
    Independente da idéia dele, o que isso me sugere, é uma tentativa de argumento bastante infeliz.
    Penso que você começar se valorizar seja o primeiro passo. Tomar as decisões necessárias sem esperar (mais do que você já esperou) que ele um dia resolva fazer algo, também será importante.
    Por outro lado, é importante investigar se existem comportamentos em você que possam ter desencadeado essa situação. Caso você não consiga fazer essa análise sozinha, procure um psicólogo para ajudá-la.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • dr. tenho 53anos sou casado com uma mulher de 27anos a 4anos no principio faziamos sexo todo dia eu sempre gostei de fazre sexo faz coisa de 6meses que minha mulher não sente mais vontade de fazer sexo segundo ele não sente vontade de fazer com minguem eu tento por mais que eu fassa não adianta ela não fica ecitada esta sempre seca pode uma mulher de 27 anos não gostar de sexo. sou carinhoso faço preliminar o tempo que ela quer como posso fazer

    Antonio, 53 Anos - Ver Resposta

    Oi Antonio.
    Vamos partir do princípio que não é normal. Porém, todo resultado (sintoma) tem sua causa. O que precisa ser feito é investigar o que está acontecendo. Pois se ela está manifestando essa dificuldade, com certeza existe um por que.
    Sugiro que ela vá há um terapeuta sexual para ver o que está acontecendo.
    Muitas coisas podem estar causando isso, como problemas particulares, preocupações, cansaço, seus comportamentos que ao seus olhos podem esta bem mas para ela não... na conversar com profissional isso poderá ser investigado e solucionado.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Claudecy, Meu marido e super ativo ele tem 33 anos e eu 32 somos casados à quase 3 anos e um filho de 2 anos. Resumindo não tenho vontade de fazer sexo, porque me sinto muito cansada, trabalho, chego pego meu filho e depois vou fazer meus trabalhos domesticos e fico cansada e somente penso em cair na cama...e com muito cansaço começo não sentir desejo e isso está acabando com meu casamento gostaria que me desse uma ajuda, por que amo muito meu marido e não queria que acaba-se o meu casamento por isso.

    Edna, 32 Anos - Ver Resposta

    Oi Edna.
    Todos nós temos nossos limites físicos. Quando nós desrespeitamos tais limites, nosso organismo demonstra isso das mais variadas formas.
    No seu caso, uma dessas manifestações é na sexualidade. Mas com certeza tem mais coisas aí.
    Não existe mágica. Será preciso você rever seu estilo de vida, sua agenda, dividir melhor os afazeres e procurar um tempo para você fazer algo para você, se cuidar, se arrumar para você e para seu marido.
    A participação dele será muito importante nesse processo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Claudecy, bom o meu marido é super ativo também ele tem 21 anos e eu tenho 20 anos somos casados a 3 anos e temos uma filha de 1 ano e 4 meses!!! Bom resumindo, por ele faríamos sexo todos os dias da semana!!! mais eu não sei o que acontece comigo eu não tenho vontade!!! Sinto muito cansaço devido ao emprego estressante que tenho!! E quando chego em casa, vou para o fogão depois fazer alguns afazeres domésticos, e quando termino a única coisa que quero é cama!! Por que sinto muito sono!!! Ele reclama muito porque não o procuro, e a gente acaba brigando, já terminamos algumas vezes devido a esse problema!! Eu queria saber o que fazer para resolver o meu problema!!

    Aline, 20 Anos - Ver Resposta

    Olá Aline. Que situação desagradável.
    Será que alguém conseguiria ter desejo sexual e ter sexo com prazer na sua situação? Acredito que não.
    Você está gastando toda sua energia com o estresse e cansaço do serviço, além disso afazeres de casa, cozinhar, lavar, arrumar e ainda precisa estar em forma para dar atenção ao marido, que pelo que você descreve pouco ajuda em casa com os afazeres além de parecer sempre estar pensando só nele, só no prazer dele, esquecendo totalmente de você.
    Para você ter desejo sexual, ter prazer na relação será preciso mudar essa estrutura que vocês construíram. Você precisará de tempo para você, para se cuidar, para ser vaidosa, para se produzir. Tempo para descansar. Com isso, necessariamente seu marido precisará mudar também, precisará respeitar seu espaço e limite, precisará ajudá-la nos afazeres da casa.
    Claro que essa mudança não é fácil, vocês precisarão ter um diálogo franco e bem aberto, estabelecendo regras, dividir as atividades de casa e se respeitarem, caso contrário, ficará difícil pensar que essa relação irá durar.
    Uma terapia pode ajudar vocês nessa tarefa difícil e delicada.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. namoro a 2 anos durmo na casa dele +ou_ 3 vezes por semana nao sou feia me sinto atraente e nunca tive problemas com outros relalionamentos ,ele nunca foi de muito sexo nunca fizemos mais de uma vez ao dia e no maximo 3 vezes na semana,mas o problema se agravou pois estamos passando messes sem tranzar,eu procuro e ele sempre arranja uma desculpa ...eu ja tentei conversar e ate sugeri um medico mas ele se recusa e eu estou em uma situacao dificil pois ja nao o amo ,mas tenho respeito por ele e nao o traio.....nao consigo entender as vezes acho que ele me trai ou e gay.....obrigada

    Helena, 24 Anos - Ver Resposta

    Oi Helena. Obrigado por visitar o site.
    Muitos fatores podem estar envolvidos nessa situação. Você falou da sua aparência e diz que nunca teve problemas com isso. Que bom. Porém, é importante que você saiba que a aparência conta pontos sim para atraiar a outra pessoa, mas isso tem um efeito maior no começo da relação na qual estão sendo feitos os jogos de sedução. O que vai ter um peso maior serão os comportamentos da pessoa, que podem aproximar mais ou afastar. Veja seu exemplo: você diz que não o ama mais, que não o trai (ainda) por respeito. Por que isso aconteceu? Muito provavelmente por causa dos comportamentos dele. Você insistiu muitas vezes, se ensinuou, tentou seduzir, como não teve respostas favoráveis, com o tempo resultou no que você está sentindo agora. Causa e efeito.
    Há também o lado dele. Às vezes a pessoa está muito envolvida com o trabalho, estudo ou qualquer outra atividade que o faz se sentir muito cansado, estressado e o tempo e disposição física não o permite se dedicar ao relacionamento como deveria. Nesse caso há a necessidade de uma revisão nas prioridades da pessoa.
    Você levantou a possibilidade dele ser gay. Também não podemos descartar. Se essa for a situação, o que resta a você é apoiá-lo e você seguir seu caminho. Essa é uma situação muito difícil para o homem, pois vivemos numa sociedade preconceituosa e admitir ser gay é muito delicado.
    É importante também entender qual é o modelo de relacionamento para ele. Pode ser que fazer sexo três vezes por semana seja até muito. Se assim for, esse é o referencial dele. Para você é outro referencial. Não tem certo nem errado, não tem um modelo padrão.
    Há muitas possibilidades, mas o importante nesse momento é cada um respeitar o próprio sentimento. Se ele não está "priorisando" a relação como seria importante para você, mas está bom assim para ele, respeite-o. Do mesmo modo você deve respeitar seu sentimento, se assim não está bom, então reveja se vale a pena continuar nessa relação.
    É saudável que não se tome nenhuma decisão antes de um diálogo sincero.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • por favor me ajude!!!!! estou casada há 4 meses, e meu marido só me procura na média de 15 dias, as vz ficamos até mais....reclamo para ele e ele diz q é cansaço. namoramos 5 anos e ele sempre foi devagar,mas com a nossa casa achei q as coisas iam melhorar e até pioraram. ele é muito os amigos, sempre quer a companhia de algum , fica preocupado com eles e já cheguei a desconfiar q ele é gay. hj faz 16 dias q estamos se sexo e ele apareceu com uma raladinha na ponta do penis, estou muito desconfiada. é normal um homem de 30 anos agir assim?vejo q ele nunca me olha com desjo, posso compar a lingerie mais linda.e outra coisa q percebo, ele gosta de me mostrar e não tem um pingo de ciumes,nunca pergunta o q eu fiz,fala q tenho q malhar mais...e olha q todo mundo fala que sou bem bonita,e ele fala q estou gorda com celulite,por favor me ajude, estou desesperada, acho até q estou com depressão, pois não paro de chorar

    Fernanda, 30 Anos - Ver Resposta

    Oi Fernanda, entendo sua situação.
    Porém se essa situação está te atrapalhando, ou mesmo tornando sua relação insatisfatória, é preciso conversar com ele mostrando que desse modo você não está feliz.
    Sei que deve passar muitas coisas pela sua cabeça como, se ele é gay ou mesmo se você não é mais atraente para ele. Essas questões são muito amplas e precisam ser discutidas.
    A questão do desejo é muito particular, não basta ser bonita(o), mas sim um conjunto de comportamentos que faz a outra pessoa, que convive dia a dia, ser atraída ou não.
    Penso que ele também não está se sentindo bem nessa situação. Seria interessante se vocês puderem conversar com um psicólogo para entender a dinânica do casal e poder ajudá-los.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Sou casada a 3 anos, tenho 25 anos e meu marido tem 24. Nos damos bem na cama, o problema é que não tenho vontade de sexo, não o procuro, e ele reclama muito disso. Para mim, se não tiver sexo, tudo bem. Eu quero resolver isto, quero ter mais desejo, ter vontades fora de horários 'padrões', quero surpreênde-lo. Preciso de ajuda, já li várias matérias sobre o assunto. Não sei se estou errada, mas acredito que preciso da ajuda de um especialista, senão sinto que meu casamento pode acabar. Gostaria que me indicasse algum especialista que faça parte do CEPCoS.

    Anonimo, 25 Anos - Ver Resposta

    Olá. De fato, esse comportamento mostra que algo não está bem com você. Desse modo, dificilmente sua relação irá adiante. Sugiro que vá em frente com sua idéia de procurar um especialista em sexualidade. Pois há muito que ser investigado para descobrir a causa dessa sua dificuldade.
    Quanto a ser alguém do CEPCoS, nós não temos membros em SC. Por que vc faz questão de seja alguém do CEPCoS?

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá doutor Claudecy, quero primeiramente parabeniza-lo por este importante trabalho que ajuda muitas pessoas a esclarecer duvidas e até em momentos de crise; O homem pode perder o dejeso pela esposa por ela estar um pouco acima do peso?

    Cris, 24 Anos - Ver Resposta

    Oi Cris. Ele pode sim perder o desejo. Porém, há vários outros fatores que contribuem para isso. Normalmente não é um comportamento isolado que leva a pessoa a perder o desejo, mas sim um conjunto de comportamentos, que juntos, causam o desinteresse.
    Conversar e procurar saber o que de fato está acontecendo eé um grande passo. Se sozinhos vocês não conseguirem resolver essa questão, procurem um psicólogo.
    Por outro lado, uma pessoa quando começa a ganhar muito peso, é sinal de que algo não está bem e também precisa de atenção.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tenho 28 anos e sou casada ha 6 meses com um americano de 24 anos. Nos estamos ainda naquele periodo em que temos briguinhas bestas por qualquer motivo, mas eu o amo muito e ele sempre diz que sente o mesmo por mim e que a gente vai se adaptar e tudo... So que o problema e que o acho pouquissimo ativo sexualmente e isso me incomoda muito! Tem horas que eu acho que ele tem muito menos maturidade sexual que eu, pois faz umas brincadeiras que eu nao gosto na hora do sexo. Tem um jeito meio infantil demais... Entao eu nao sinto vontade de seduzi-lo e ele tambem nao me procura... Estamos ha 1 mes sem ter relacoes e hoje conversei com ele e ele diz que essas briguinhas, o cansaco e tudo o mais o fazem perder o desejo... Mas poxa, ele so tem 24 anos! Sou bem realista e afirmo com o maximo de seguranca de que o problema nao e outra mulher, porque sei exatamente dos passos dele. Mas tudo isso me faz sentir carente e nao sei o que fazer... O que poderia causar baixa libido num homem tao jovem? Obrigada!

    Priscila, 28 Anos - Ver Resposta

    Olá Priscila.
    Você usou o termo adequado: imaturidade. Pelo que você decreve parece que no aspecto emocional/sexual, ele ainda precisa se desenvolver mais.
    De fato isso faz você ficar com seu desejo inibido. Por outro lado, esses conflitos, as cobranças, o clima ruim que se forma, acabam comprometendo a relação e consequentemente o desejo.
    Ele comentou com você que anda cansado, isso é motivo para em muitos relacionamento a o sexo seja colocado de lado. O motivo é simples: falta de tempo para pensar em sexo, para se dedicar a esse assunto, e claro que a consequência é um desencontro entre o casal na questão sexual.
    É bom observar que para algumas pessoas o "estar cansando (a)" pode ser um argumento forte para não fazer sexo (mesmo acontece com a dor de cabeça, precisar ficar até mais tarde no serviço...). Na verdade esses recursos para evitar o que não se quer. E aí então nos deparamos com um problema. Mas isso é um sintoma, é uma maneira de mostrar que algo não está bem. Pode ser simplesmente porque a pessoa não encontra tempo apra se dedicar ao assunto sexo, como pode ser que alguns comportamentos da outra pessoa, nesse caso você, que o desestimula a querer sexo.
    Priscila, será preciso muito diálogo aberto e sincero entre vocês, na qual cada um colocará as coisas que gosta e não gosta no outro, e o que é preciso para ser escitado (o). Somente assim será possível o amadurecimento da relação.
    Porém como essa não é uma atividade fácil, caso não consigamo resultado desejado, procure ajuda de um psicólogo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Por favor preciso tanto de sua ajuda, sou casada a quase sete anos,e durante esse periodo o sexo sempre foi maravilhoso entre eu e meu esposo, ando muito preocupada, acho que ele não sente mais desejo por mim, pois quase nunca me procura,chegamas a ficar tres meses sem fazer amor, nas tres ultimas vezes que tentamos ele munca chega ao fim, não ejacula, e perde a erreção. Isso é terrivel, porque antes era perfeito. Será que ele não me ama mais? Será que tem outra? sSerá que sente repulsa por mim? Ele foge do assunto quando tento conversar. por favor me ajude , me dê um conselho, será que meu casamento está acabando?

    Cris, 24 Anos - Ver Resposta

    Olá Cris.
    Eu imagino que você deve estar muito mal por causa disso. E não é para menos, pois isso deve mexer direto com sua auto-estima.
    Esses comportamentos do seu marido, são na verdade sintomas, que etão mostrando que algo não está bem. O que está causando isso, não temos como dizer sem conversar com ele. Todas essas possibilidades que você levantou como causa, não podemos discartar, mas também não temos como afirma.
    Por mais que ele fuja desses assunto, será necessário muito diálogo aberto para entender o que está acontecendo. Brigar com ele, colocá-lo contra parede, ficar com melndres, não ajudará em nada para ele se soltar e expor o que está acontecendo.
    É comum que pessoas muito cansadas, estressadas, preocupadas tenham dificuldades em relação ao desejo e/ou ereção. Afinal, elas não têm tempo para pensarem em sexo, para se dedicarem a assunto.
    Por outro lado, também precisa ser investigado se existe alguma coisa em casa, na relação com você, que talvez esteja contribuindo para essa questão. Muitas vezes não percebemos que nossos comportamentos geram consequências no outro, como por exemplo a perda do interesse sexual.
    Ficar como está é que não pode. Por isso, mesmo que ele se recuse de todas as maneiras resolver essa questão, é importante que você olhe para você, que cuide do seu bem estar.
    Caso vocês não consigam resolver isso sozinhos, procurem ajuda de psicólogo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tinha um enorme desejo pelo meu noivo, queria estar o tempo todo ao lado dele e fazer amor varias vezes.De uns dias pra cá, meu desejo diminuiu e não faz diferença se eu ver ele ou não!Estou sofrendo, porq ele faz de tudo pra me agradar e me estimular, tenho medo de não ser um sentimento passageiro, pois ja está tudo pronto pra casarmos!Tomara que seja tpm ou algo assim, porq não tenho motivos de jogar tudo pro alto!

    Liliane, 21 Anos - Ver Resposta

    Liliane, é muito importante ficarmos atentos a alguns sintomas, pois eles mostram para nós que algo não está bem.
    Sei que te assusta a idéia de terminar, mas se sua intuição tiver certa, você vai preferir viver infeliz ao lado de uma pessoa que não deseja sexualmente?
    Não estou afirmando ser esse o caso, mas investigar isso juntamente com um psicólogo pode ajudar muito.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • nao sinto mais vontade de manter ralação com meu marido. e quendo tenho que manter minha vagina fica dolorida. e durante o ato eu sinto vontade de tira lo de cima de mim. ultimamente ando muito deperssiva, e também tenho com frequencia candidiase. por favor me ajude. o que preciso fazer eu gosto do meu marido, mas nao sinto nenhuma vontade. nao sei qual é o problema, nao sei se sou eu ou ele, nao sei se preciso procurar um psicologo.. por favor me ajude pois minha vida nao esta muito boa, poi, meu marido reclama muito. obrigada

    Fatima, 26 Anos - Ver Resposta

    Oi Fátima.
    Pelo seu relato temos duas questões para ser tratadas separadamente: a candidíase e o desejose sexual.
    Quanto a candidíase procure um ginecologista, é fácil tratar. Conte que você tem com frequência, provavemente sua imunidade deve estar baixa.
    No que diz respeito a sexo, muitas vezes não respeitamos alguns limites que nosso organismo nos mostra. Ter que fazer sexo apenas por fazer, para cumprir o papel de esposa ou marido, é muito desagradável. Se não há desejo não há vontade de fazer sexo muito menos prazer.
    É preciso investigar o que está acontecendo com você no aspecto psicológico, pois também existe a depressão envolvida. Continuar a relação com seu marido, do modo como está, só piorará a situação.
    Procurar um psicólogo vai ajudá-la a descobrir as coisas que estão desencadeando tudo isso, e desse modo será possível cuidar de você para que viva de modo saudável.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Claudecy! Sou casada há quase 6 anos. Eu e meu marido mantinhamos relações sexuais uma ou duas vezes por semana, só que a mais de um ano eu que tenho de está sempre procurando-o na cama. Há mais de um mês que ele deita na cama e dorme, quando tento fazer carinho não aceita, me trata com grosseria. Já tentei conversar para saber o que está acontecendo, mas ñ se abre para mim. Ele frequenta muito essas salas de bate papo, depois vai dormir. Acho que não sente mais desejo por mim. Gostaria de saber se tem como reverte essa situação, ou não.

    Josilene, 28 Anos - Ver Resposta

    Josilene, entendo que essa situação está deixando você muito triste.
    No entanto, é preciso que vocês conversem sobre o que está acontecendo. Pois a cada vez que você tenta o diálogo e não consegue, e depois deixa pra lá, ele está aprendendo que é assim mesmo, que não precisa mudar.
    Você é quem precisa mudar seus comportamentos diante dessa situação, pois dessa maneira, você não está priorizando você.
    Por outro lado, é importante investigar, e provavelmente você precisará da ajuda de um psicólogo, para saber se existe alguma coisa em você - que ele não fala - mas que esteja contribuindo para ele não desejar ter relações com você.
    Há também a possibilidade de ser algo com ele.
    Mas é importante que você saiba que tem como resolver isso, basta procurarem um especialista para ajudá-los.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Estou precisando de ajuda... Não sei o está acontecendo comigo, tenho um namorado q amo muito e estamos a 7 meses.... Só q eu não sei o q acontece comigo, q não sinto prazer... e por não sentir eu não o procuro e ele reclama disso, faço sexo pq ele me preocura, mas não sinto quase prazer... Fico me perguntado o q acontece, ser q é um trauma, pois antes dele eu fiquei mais de um ano sem me relacionar com ninguém... como eu queria resolver esse problema e me sentir melhor.

    Marcia, 27 Anos - Ver Resposta

    Oi Marcia.
    Gostar da pessoa é diferende de desejar sexualmente a pessoa. A maioria das pessoas não sabem disso, e por isso que se angustiam numa relação que a outra pessoa é boa, amiga, tem ótimas qualidades porém não se sente desejo sexual por ela. Falta admiração sexual.
    É preciso entender quais comportamentos estão inadequados. Do mesmo modo como é importante respeitar esses sentimentos, pois ignorá-los pode trazer consequências ruins, como brigas, perda do respeito, agreções e até mesmo dor na relação sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Boa tarde dr! sou homem sou bonito jovem 34 anos e minha mulher exelente pessoa tem 50 anos. De uns meses para cá não sinto mais desejo por ela, fazemos sexo só quando não tem mais jeito, digo que estou com dor, cansado sempre me esquivo, o que pode estar acontecendo? Mas sinto muita vontade de me masturbar, a pressão é demais o que faço?

    Edson, 34 Anos - Ver Resposta

    Oi Edson.
    É preciso entender o que está acontecendo. Muitas vezes o desinteresse sexual ocorre em função do cansaço físico. Mas pode surgir também por fatores psicológicos bem como alguns comportamentos da outra pessoa que desencadeiam o desinteresse.
    Amor e sexo são coisas distintas. O sexo pode ocorrer de modo intenso, você amando ou não a pessoa. Mas sem o desejo sexual, fica muito difícil manter a vida sexual saudável.
    Investigar qual a origem pode ajudá-lo a resolver essa questão. No entando, esse desinteresse, que é um sintoma, está mostrando que algumas coisas não estão bem com você e/ou a relação.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Eu namoro a mais ou menos 1 ano, a algum tempo, meu namorado vem em cobrando, diz que eu não sinto desejo por ele, que eu não o procuro, mas nem tudo nisso é verdade. Eu sinto desejo em relação a ele, nem sempre chego ao orgasmo, mas sinto prazer quando temos uma relação. Mas não é todo dia e nem toda hora que eu estou disposta a fazer sexo, geralmente fatores como a correria do dia a dia diminuem o meu desejo, temos relações de 3 a 4 vezes por semana, mas ele quer todo dia, e me cobra por isso, eu acho que ele quer sexo demais e ele acha que eu quero de menos, o que devo fazer?

    Silvia, 25 Anos - Ver Resposta

    Olá Sílvia, parabéns por buscar esclarecimentos.
    Essa questão da freqüência sexual, normalmente perturba muitas pessoas. É importante dizer que não existe uma freqüência certa, na qual quem não o seguir significaria ter problemas.
    A boa freqüência é aquela que agrada os dois. Pelo que descreve, vocês têm relações de 3 a 4 vezes por semana, o que já é uma quantidade acima da média das pessoas.
    Pelo que você fala, ele quer sexo todos os dias, assim, parece que ele não dá tempo para você procurá-lo para sexo, desse modo, quem sabe, isso signifique ele que você não o deseja.
    Tem um outro lado que não ficou claro para mim: se às vezes que você tem relações está com vontade ou faz para agradá-lo. Se for o segundo caso e isso é freqüente, é importante rever essa questão.
    Quanto ao orgasmo que você diz que não atinge sempre, se te incomodar ou ao parceiro, quem sabe seria muito importante você procurar uma ajuda de um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Claudecy! Eu e me marido estamos com alguns problemas. Ele não tem interesse sexual por mim como eu desejo. Eu tenho muita vontade, porém nunca tive orgasmo com a penetração. Tento demonstrar meu interesse, mas ele parece fugir. Tentei conversar com ele diversas vezes, mas ele sempre diz que pra ele tá tudo bom, e diz que estou cobrando dele. Me sinto péssima e isso acaba me bloqueando mais. Estou com muito medo que isso destrua nosso casamento. E além disso, eu vivo sofrendo por causa da desconfiança. Já achei várias vezes camisinha nas coisas dele, e não usamos. Ao mesmo tempo que tenho certeza que ele não está me traindo, pois ele nem teria como, me aparece uma desconfiança enorme. Chego a ter crises obssessivas. Estou até me tratando com psiquiatra. Não consigo entender. É muito estranho porque o interesse dele é igual sempre. Quando namorávamos era diferente. O que achei estranho é que o interesse dele é igual tanto durante as épocas de trabalho como nas épocas de férias, quando passamos o mês inteiro juntos. Fico pensando que se ele tivesse uma amante o interesse dele nas férias iria aumentar. Tá díficil de entender.... não sei porque ele tem que andar com camisinha.... Já tentei dialogar sobre isso, mas ele diz que estou invadindo a individualidade dele e fica muito bravo. Diz que sempre andou com camisinha. Já pensei até que ele está me testando ou querendo demonstrar sua masculinidade agindo assim. Sou mais nova que ele, tenho 24 e ele 37 anos. Percebo que isso o incomoda um pouco. Queria muito que fizéssemos um tratamento juntos, porém acho que ele vai relutar muito.

    Cristiane, 30 Anos - Ver Resposta

    Olá Cristiane.
    Viver numa relação dessa maneira é muito ruim mesmo. Além de não promover o crescimento do casal a vida pessoal também acaba sendo afetada.
    Você fala de situações na relação que mostram que não é só o aspecto sexual que não está bom, por isso é importante trabalhar essa relação como um todo.
    Quando você fala que seu marido não tem interesse sexual por você, é preciso investigar quais motivos levaram a esse desinteresse, se tem comportamentos em você que contribuíram para isso. E sabe Cristiane, essas são questões que não são fáceis de serem tratadas pelo casal, pois geram dor, sofrimento e muito descontentamento.
    Quanto à anorgasmia, esse é uma questão que precisa sim ser tratada, pois além de não ser bom para a mulher, é importante para o homem perceber que sua parceira compartilha com ele essa sensação maravilhosa.
    Percebo que existe uma preocupação sua que ele não queira participar de um tratamento. Porém, se você percebe que como está não está bem, já será de grande valia você começar a cuidar de você.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr.! Como vai? Estou namorando um rapaz, no qual eu gosto muito, ele me respeita, me entende, faz de tudo para me agradar e temos um bom diálogo, porém, estou com um grande problema, não consigo sentir desejo por ele, eu gosto muito de estar com ele, mas, não consigo procurá-lo, somente ele a mim!!! Perdi minha virgindade com ele (e não foi muito boa). Achei que isso seria passageiro, mas não, temos relações contínuas, pelo fato de eu não ter “tesão” por ele, sinto dores nas relações e o pior não tenho lubrificação alguma!!! Meu namorado já tentou de tudo, sexo oral, usar os dedos, mudar as posições, e nada... Fora que eu sou muito inibida! Tem dia que chego a chorar, pensando se tenho algum problema, se algum dia eu vou sentir prazer e poder proporcionar isso ao meu namorado. Gostaria de uma orientação, o que eu devo ter? Será que tenho anorgasmia? Isso tem cura? Como devo proceder? E que tipo de profissional devo procurar? Gostaria muito de uma ajuda, isso realmente é horrível e desesperador. Desde já agradeço a atenção.

    Luana, 19 Anos - Ver Resposta

    Olá Luana. É muito desagradável essa situação.
    Pelo seu relato, percebo que isso lhe traz muito sofrimento.
    Porém vamos com calma. Primeiro, é importante você saber que não está sozinha nessa situação. Existem muitas mulheres que estão em situações semelhantes a sua, porém continuam sofrendo por não fazerem o que você está fazendo, ou seja, procurando ajuda.
    Você não precisará passar o resto da sua vida desse jeito. Existe tratamento para essas questões. E quando bem conduzido pelo profissional, se obtém ótimos resultados!
    Como você apresenta uma insatisfação no aspecto sexual, é importante que você procure dois profissionais: o ginecologista, para ver se existe algum fator orgânico na sua dificuldade de lubrificação, e um terapeuta sexual que cuidará de todo o restante.
    Você aponta alguns aspectos nessa relação, como baixo desejo pelo namorado, a dificuldade de lubrificação, a questão do orgasmo, que mostram que você precisa sim de ajuda especializada para cuidar de você. Além disso, esses sintomas mostram que outros aspectos na sua vida estão precisando de atenção.
    Penso que viver nessas condições é muito ruim, além de atrapalhar no seu desenvolvimento afetivo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Estou com falta de apetite sexual. Há mais ou menos uns quatro anos, tive relação sexual com uma garota, peguei uma infecção, após este fato não me senti mais o mesmo, meu apetite sexual mudou muito e pra pior, gostaria de saber se existe alguma maneira de resolver meu problema. Me sinto muito mal, pois hoje sou casado tenho relação com minha esposa, porém nem sempre me sinto confiante em ter relação, as vezes na hora que estou tendo relação, do mesmo jeito que está bom derrepente o apetite vai embora, e eu nem sei o que fazer. è muito difícil pra mim, pois antes de ter esta infecção minha relação sexual era muito ativa.

    Marcelo, 30 Anos - Ver Resposta

    Oi Marcelo.
    Posso imaginar quão desagradável é essa situação que você está passando.
    Será necessário investigar o que está acontecendo. Pois, levar uma relação nessas condições, não é saudável e, muito provavelmente chegará uma hora que a relação estará tão desgastada que não fará mais sentido viver juntos. O que de fato também não resolverá esse problema.
    Eu sugiro que você procure um psicoterapeuta sexual para ajudá-lo a compreender essa questão, e assim, você voltar a desfrutar se sua sexualidade de modo mais amplo e saudável.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Perdi a vontade de fazer sexo faço umas duas veses por semana so pra cumprir com.a vida de casado não tenho imaginação nenhuma não consigo nem me masturbar mais.

    Carlos, 47 Anos - Ver Resposta

    Olá Carlos.
    Penso que essa situação é no mínimo desagradável, não é? Afinal, não sentir vontade de desfrutar da sexualidade de modo gostoso e saudável além de ter que fazer só para cumprir seu papel no casamento, é muito ruim.
    É bom observar que possivelmente outros aspectos na sua vida também estão precisando de atenção, de modo que a sexualidade é que está denunciando que você, como um todo pode estar precisando de ajuda.
    É importante que você procure ajuda, e já é o que está fazendo me enviando essa mensagem. Porém sugiro que você procure um psicólogo, de preferência um psicoterapeuta sexual, para juntos encontrarem um modo de resolver essas questões.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Notei que meu namorado ñ gosta de coisas programadas, ou seja marcar pra ir no motel ou coisas assim, quando rola naturalmente ai precebo que ele se entrega, ou quando eu faço tipo joguinho duro vejo mais interesse nele, entao tenho que dificultar o sexo pra notar interesse...depois que ele começou a trabalhar diminuiu muito nossa vida sexual, entao eu tento ñ forçar pra que ele ñ sinta como se fosse obrigaçao...Acho que eu sinto mais desejos do que ele..eu o amo muito, será que meu geito de querer ir no motel fazer coisas diferentes o deixa um pouco manipulado e seja isso a dificuldade? namoramos a 1 ano e meio. me ajude..

    Camilla, 24 Anos - Ver Resposta

    Oi Camila. Como vai?
    Fazer sexo programado, como é o caso de ir ao motel, de fato não anima algumas pessoas, pois elas não estão com vontade ou excitadas naquele momento. Por isso é comum a algumas pessoas imaginarem que se deslocarem até o motel, por exemplo, é trabalhoso, e isso funcionaria como um desestímulo.
    Porém, isso é muito comum acontecer, tanto com homens como com mulheres, e o que pode estar atrás desse comportamento é uma falta de estímulo para tal. Essa falta de estímulo pode ter várias causas, como por exemplo, cansaço, a mente focada em outras coisas, preocupações, a idéia de ir a tal lugar ou fazer tal coisa pode não ser tão interessante/excitante, ou mesmo por causa do comportamento do outro em relação ao sexo ou qualquer outro comportamento que não seja bom, como é o caso de não gostar do modo como a outra pessoa faz sexo, se tem ou não orgasmos, se existe muitas proibições... tudo isso pode gerar uma não vontade de fazer sexo.
    Conversar no sentido de explorar o que está acontecendo, se existe algo que o outro não gosta, permitir que seja apontado comportamentos em você que possivelmente não o agrada, e você também dizer como está se sentindo na relação.
    Quantificar o desejo pode não ser uma tarefa fácil, pois medir pela freqüência nem sempre é uma boa maneira. Pode ser que o referencial dele sobre sexo seja diferente do seu, que os coisas que o excitam seja diferente das que excitam você.
    Quem sabe, perguntar a ele sobre o que o agrada sexualmente pode ser uma maneira de mudar algumas coisas na relação.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Doutor. Estou sentindo um alto grau de desanimo relativo ao meu serviço, pois nao me sinto produtivo e sinto tb que é um serviço que nem precisaria ser feito. A pressao dos chefes e demais companheiros de trabalho é grande. Sempre estou acumulando funcóes de funcionarios que saem e a empresa nao repoe essa "peça" . Esto estressado com tudo isso e quase pedindo demissao. Pois bem; de uns tempos pra ca notei um certo declinio no meu apetite sexual. Procurei um urologista e este me solicitou alguns exames, em que foi constatado Testosterona baixa e tb baixa fertilidade. Se minha vontade era "mais ou menos" depois do diagnostico de "baixa fertilidade" piorou mais ainda. Mas tb notei que quando tiro alguns dias de folga consigo ter erecoes normais. Será que esse problema no meu emprego esta variando as condices hormonais para cima e para baixo???

    Marcos, 34 Anos - Ver Resposta

    Oi Marcos.
    Voc~e não está respeitando seus limites. Seu corpo não está gostando do modo que você está levando sua vida. E é claro que isso que você está sentindo, tristesa, desânimo, problemas sexuais, não sintomas que estão se manifestando. É uma maneira de dizer que assim não vai dar para continuar.
    Procure um psicólogo, pois na terapia você entenderá o porque de estar se comportando assim e então se trabalhará nesse processo para você mudar.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tenho 23 anos e namoro á 6 anos. Meu desempenho sexual no começo do namoro foi ótimo, logo nos meus 15 anos. De algum tempo pra cá, tenho tido pouco interesse, em 99% das relações, eu tenho orgasmo, isso nunca foi problema, mas a procura do parceiro ultimamente tem me causado problemas. Não sei se ando mto cansada por causa do trabalho, mas tenho pouca disposição para iniciar a transa. O q tem me causado problemas serios no relacionamento. Ja percebi q o exercicio fisico aumenta meu apetite, mas será q dependerei disso para manter uma vida sexual estável? Amo demais meu namorado e ele eh mto atraente, tem um corpo definido, mas nao sei, as vezes acho q por iniciar no trabalho as 6 da manha eu sinto sono mto cedo tb, e ele é o contrario, ele dorme até tarde, mas tem bastante disposição a noite. Gostaria q me ajudasse, pois sei q sou mto nova pra ter esses problemas e me sinto mto infeliz por isso.

    Ana, 23 Anos - Ver Resposta

    Olá Ana.
    Por causa do cansaço, muitas pessoas têm dificuldades para ter relações sexuais, e isso acaba preocupando muito o casal. Sendo que na maioria das vezes, basta uma organização do tempo ou mesmo uma sincronia de horários do casal para isso se resolver.
    É muito comum essa queixa de "perda" do desejo sexual, em pessoas que se esgotam fisicamente no trabalho, e com isso não sobra energia nem ânimo para o sexo.
    Esse recurso é muito usado (às vezes a pessoa não tem noção que faz isso) por aqueles que querem evitar ter sexo com a parceira ou parceiro.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Namorei por algum tempo e eu e o meu namorado mantínhamos relações várias vezes ao dia,mas meu namorado atual só consegue ter uma relação por dia e só com uma ereção.Isso é normal?

    Carla, 23 Anos - Ver Resposta

    Oi Carla, como vai?
    Isso é normal sim. Muitos homens quando têm relações só gozam uma vez, o que não necessariamente significa que ele não a deseja. Pode ser que esse seja o ritmo dele, já no outro namoro que você teve seu ex tinha outro ritmo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Boa tarde Dr. Claudecy Meu nome é Mariana e tenho 30 anos. Ao navegar pela Internet encontrei seu site, que contém um tema que muito me interessa... Atualmente estou noiva (desde outubro passado). Estou com meu parceiro há 4 anos e meio. *Nosso* problema é que meu noivo não tem praticamente nenhum desejo sexual. Transamos apenas cerca de uma vez a cada 5 meses, já chegamos a ficar um ano sem relação. Sempre foi assim, desde o começo. Ele jura que o problema *não sou eu* (o que ainda não consigo acreditar e que me machuca todos os dias, apesar de eu nunca ter tido esse tipo de problema com nenhum outro homem, mas já que com a *ex* dele, era tudo normal), e apesar disso, eu sei que ele me ama. Meu noivo *culpa* essa falta de vontade aos problemas dele (vários, segundo ele próprio)... não entra em detalhes (é uma pessoa fechada) sobre isso, mas insiste, e repete que quando eles se ajeitarem, tudo ficará normal. É um homem de muito caráter, cuidadoso, culto. E, sinceramente, ele não tem nenhuma outra pessoa. É uma situação que me dói muito doutor, pois claro, além de me sentir rejeitada, feia, e dezenas de outras coisas, eu também tenho desejo e o vivo reprimindo. Apesar do jeito dele, até os quase 3 anos de namoro eu sempre o *procurava*. Algumas vezes dava certo, mas na maioria ele não queria. Atualmente eu fico sem coragem de procurá-lo, já que ele não o faz e quando eu *consigo*, me sinto mal pois sei que só aconteceu por EU tê-lo procurado. Apesar disso, também, meu noivo nunca *brochou* comigo. Depois que *começamos*, tudo acontece naturalmente. Quanto aos problemas que ele diz... sim, ele tem, como todas as pessoas. Já conversei com ele várias vezes, pedindo que procurasse ajuda, mas para ele, psicólogo não é uma ajuda. Me sinto perdida e não sei o que fazer, pois nos amamos e vamos nos casar em breve. E essa é uma situação que precisa ser resolvida. Já pensei em muitas coisas.... como algum trauma que possa ter ocorrido com a *ex* dele, algum sentimento dele consigo próprio de rejeição, falta de desejo por mim (li em algum lugar que amor e desejo não necessariamente *andam* juntos). Tantas coisas me passam pela cabeça. E apesar dele negar todas e sempre se justificar da mesma forma, enfim, isso precisa ser resovido. Obrigada.

    Mariana, 30 Anos - Ver Resposta

    Olá Mariana.
    Entendo que essa situação é bem delicada e desagradável. Porém a base para qualquer relacionamento que pretende ser saudável é o diálogo. Porém você deixa claro o quanto é difícil dialogar com ele. Assim não dá.
    Dizer que tem problemas, traumas, dificuldades, que é calado, fechado, não basta. É preciso compartilhar com você. Existem situações em que o assunto é muito íntimo e a pessoa não se sente à-vontade para contar a parceria. Mas nesse caso, ele precisa buscar ajuda de um profissional para ajudá-lo, já que isso está prejudicando a relação.
    Sinto que você está perdida nessa situação, e não é para menos. É importante que você também procure ajuda nessa fase conturbada.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Estou um pouco confusa em relação ao meu casamento. Sou casada a 10 meses, meu marido tem 20 anos, namoramos por 5 anos e o sexo era otimo Agora ele não me procura mais, não estou mudada não meu corpo continua o mesmo, não engordei nem nada, tento fazer coisas diferentes, leio livros sobre coisas e posiçoes diferentes para fazer, frequento sex shop, faço cursos nos sex shop a respeito, mais ele não quer nem saber eu o procuro e na maioria das vezes ele rejeita, estou muito triste, ele diz que tudo esta normal mais não está. Ele diz que o sexo é bom mais parece que esta so cumprindo uma obrigação, goza e pronto, me pega parecendo que esta fazendo com uma boneca, tampa minha boca e me segura não me deixa nem me mexer, acaba se levanta e vai ver tv. Ele foi o unico homem que tive, sinto um tesão enorme por ele. Desde ja agradeço.

    Luana, 31 Anos - Ver Resposta

    Oi Luana. Sim, é delicada essa situação.
    Porém é preciso entender o que não está bem para ele. Normalmente, nesses casos, as mulheres se preocupam muito com a aparência, pois acham que isso é o suficiente ou a única coisa que atrai o homem. Sim, isso é importante, mas não é a única coisa. A prova é o que está acontecendo com você, que apesar de estar com um corpo legal, frequentar sexshop e fazer os cursos, o desejo dele por você não está do modo satisfatório para você.
    É preciso entender o que está acontecendo com ele e com a relação. Vocês são muito jovens e já estão casados, mas parece que algo não está bem para ele. Provavelmente você tenham vontade de experienciar outras situações que contribuiriam par ao amadurecimento de vocês.
    Agora, a relação de vocês precisa de uma revisão, o que não é fácil, mas precisará ser feita.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Ola... tenhu 18 anos e meu esposo tem 30. Somos casados a 8 meses, e so agora depois que casamos que descobri que meu esposo tem tara por outras mulheres nuas na internet.Nao sei mais oque faço....ja conversei com ele....ele diz que nao ve....mais eu sei que ele continua vendo.... Por favor me ajude....eu nao aguento mais....isso vai acabar com meu casamento e pior eh que eu amu mto ele...e nao consigo nem brigar feio, oq faço me ajuda por favor.

    Regina, 18 Anos - Ver Resposta

    Regina, calma!
    Não há nada de errado seu parceiro ou mesmo você sentir desejo por outras pessoas. Isso é normal e saudável.
    Entre sentir desejo e sair com a pessoa tem uma diferença grande. O fato de ele desejar outra não significa que ele não a deseja. Querer e os olhos dele e os sentimentos (desejo) sejam só para você, não é bom, e mostra muita insegurança da sua parte. Isso atrapalha a relação, e desse modo ele vai fazer isso escondido e com medo ser flagrado por você. Isso torna a relação pesada.
    Por outro lado, é bom saber que pode sinalizar que relação não está boa e por isso há a necessidade de buscar fora.
    Há outro lado: todos os excessos não são saudáveis. Se isso é feito de modo a atrapalhar a sua relação, ou seja, ele dá mais atenção à outras que a você, então precisa ser revisado esse relacionamento.
    se não souber como fazer isso, procure um psicólogo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Claudecy! Estou desesperada, neste momento meu noivo está deitado na cama, dormindo, e eu aki procurando uma resposta q justifique a minha dor. Estamos juntos a quase 4 anos, no primeiro ano, éramos muito mais fogosos, transavamos 3 vezes por semana, com o passar do tempo, foi diminuindo, ele trabalha muito, estuda, eu só estudo. eu entendo q ele fique cansado, mas não suporto mais essa situação: ele prefere se masturbar vendo filmes pornôs na net, ver mulher pelada, do que transar comigo. sei q até certo ponto, isso é natural em todos os homens, mas acontece, q ja passou dos limites. ele diz q é um processo, q m ama, mas q naum consegue xegar perto d mim, prq brigo c/ meus pais e isso o deixa muito triste. já melhorei isso. graças a ele. só q mesmo assim, ele naum m toca, acabamos d brigar por causa disso, eu não aguento mais sofrer, eu o amo mais do q tudo nessa vida, tenho amor próprio, todos os homens me desejam, querem ficar comigo, me acham linda, mas isso naum é suficiente, não quero q nosso relacionamento acabe, eu o amo muito, e sei e sinto, q ele me ama também, ele é uma pessoa maravilhosa,eu quero ajuda, preciso resolver essa situação. eu nem sei bem o que estou sentindo agora, por causa do nervosismo. ME AJUDE POR FAVOR! OBRIGADA.

    Caroline, 30 Anos - Ver Resposta

    Olá Caroline. Imagino que deve estar muito difícil essa relação.
    Alguns aspectos devem ser levados em consideração diante do que você escreveu. De fato, o cansasso físico em muito casos pode fazer a mulher ou o homem ter menos vontade sexual, o que não significa nesse caso, que a pessoa tenha uma disfunção sexual. Ela apenas precisa gerenciar melhor o tempo de modo que sobre tempo para descansar e se dedicar mais a relação.
    Por outro lado existe um aspecto muito comum nas relações com conflitos semelhantes ao seu que as pessoas têm dificuldade para ver. No seu e-mail você diz que "ele prefere se masturbar vendo filmes pornôs na net, ver mulher pelada, do que transar comigo". Aqui pode ter algo importante para ser investigado, pois, com esse contexto, pode ter algo na relação que não está bem para ele e com isso vem o desinteresse. Ele fala das suas brigas com seus pais, pode ser, mas é provável que existam outros comportamentos, como por exemplo, na sua sexualidade que ao invés de atraí-lo acaba afastando. Perceba que ele tem necessidade de sexo ao se masturbar usando outros estímulos, mas não expressa vontade de fazer com você.
    Quando você fala que outros homens querem ficar com você, que a desejam é claro que isso é muito gostoso sentir, mas não é isso que faz a relação ser duradoura. Essas características físicas a qual você se refere, servem muito para atrair o outro, porém, o que mais vai contribuir para a saúde da relação são os comportamentos de cada um.
    Seria muito bom se você refletisse sobre a possibilidade de verificar sobre seus comportamentos, não apenas para essa relação com seu noivo, mas de modo geral com ele, com sua família e no social.
    Penso que um processo terapêutico pode ser muito bom para seu crescimento psicólogo.
    Reveja o seu papel e o do seu noivo nessa relação, se esse processo da qual ele fala não a prejudicará além do seu limite, e quem sabe ele possa se beneficiar de uma terapia também.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Oi de uns tempos para cá, não tenho mais vontade de fazer sexo, o que pode ser isso sou casada a 18 anos e se for por mim passo até 2 meses sem sexo, sera que etou com problemas de hormónios, ou isso não existe é coisa de minha cabeça? me ajude me de uns conselhos .

    Alicia, 40 Anos - Ver Resposta

    Olá Alícia.
    Seria muito bom se as pessoas que tivessem algum problema procurassem ajuda, como você está fazendo.
    A dificuldade com o desejo pode ter duas origens: uma é orgânica, e nesse caso é importante investigar, por exemplo, as taxas hormonais, cansaço físico. A outra é de origem psicológica, e nesse caso é preciso saber se a dificuldade é só com seu parceiro ou por qualquer homem. Aqui envolve um leque muito grande de possibilidades, dentre elas, se você está satisfeito com o seu parceiro, se sente admiração por ele, se a transa com ele é satisfatória para você, se você dedica tempo durante o dia para pensar em coisas relacionadas ao sexo, se você está bem com você... ou seja, as possibilidades são muitas. Eu sugiro que você vá a um terapeuta sexual para ajudá-la a entender o que está acontecendo com você.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá, Dr. Claudecy, Estou casada há um ano, mas nosso namoro durou 10 anos. Ultimamente, meu marido só quer se masturbar. Eu pergunto se ele quer sexo e ele diz na cara que não e durante as masturbações dele, ele pede que eu fique o beijando na boca. To me sentindo um lixo!!!!

    Karol, 28 Anos - Ver Resposta

    Oi Karol.
    Entendo seu sofrimento, e não é para menos.
    É necessário compreender o que está acontecendo com ele. Mas ele precisará expressar o que sente para o entendermos.
    Esse comportamento pode ter duas origens: uma é com ele mesmo, questões que precisam ser resolvidas na vida dele. A outra possibilidade é com você. Ou seja, será que existe algo em você, como comportamentos, por exemplo, que estão contribuindo para que ele não queira transar com você?
    Seja lá qual for a origem, é preciso que ele fale, é preciso investigar.
    Pense na possibilidade de vocês procurarem um psicólogo para ajudar a entender o que está acontecendo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • BOA NOITE.EU TENHO UM PROBLEMA Q ME INCOMODA MUITO.SEMPRE GOSTEI DE SEXO POREM AGORA Q ESTOU CASADA HA DOIS ANOS NAO SINTO VONTADE PASSO DIAS SEM VONTADE MAIS SE EU FIZER TENHO ORGASMO.O PROBLEMA E Q NUNCA ESTOU COM VONTADE ALEM DE TER PREGUIÇA DE FAZER SEXO.MEU MARIDO GOSTA TEM A FANTASIA DE ME VER FAZENDO SEXO COM OUTRO E EU TENHO NOJO SO DE PENSAR NISTO.QDO COMEÇAMOS A FICAR JUNTOS ELE ME CONTOU ESSA FANTASIA ATE AI TDBEM,SO Q ELE COMEÇOU A INSISTIR MT NISSO E SEMPRE FALAVA EU PEDI Q ELE PARASSE DE FALAR NISSO ELE ME DISSE Q ISSO DA TESAO EU DISSE O Q TE DA TESAO CORTA O MEU E AXO Q FOI AI Q COMECEI A TER FALTA DE TESAO POIS COMECEI A FICAR COM RECEIO DE Q ELE CONTINUASSE A INSISTIR NESSA HISTORIA Q EU TENHO NOJO POREM ATE HJ ISSO ME INCOMODA NAO SEI O Q FAÇO.POIS ELE SENTE TANTO TESAO POR MIM E EU NAO CORRESPONDO.ELE SEMPRE DIZ Q ANTES EU ERA MAIS SAFADA E Q AGORA NAO SOU MAIS E SEI Q PODERIA SER MELHOR SO NAO SEI COMO.

    Sil, 40 Anos - Ver Resposta

    Oi Sil.
    Eu entendo que é ruim ficar nessa situação. Mas para quem era "safada" e agora se vem assim, apagadinha, não é nada legal. Seria bom ver essa dificuldade como um sintoma, que está mostrando que algo não está bem.
    É preciso investigar, mas levanto uma suspeita de que a insistência do seu marido de querer ver você transando com outro homem, é uma situação que você não gosta, por isso, transar, pode ser um ato que você já associou como algo aversivo. Ou seja, ele vai falar as mesmas coisas que você odeia.
    Em muitos casos, essa configuração mostra que a relação não está boa, que por conta desses conflitos, pode levar o casal a separação.
    É preciso resolver essa situação. Você já pensou procurar ajuda de um psicólogo? Eu penso que será muito útil para ajudá-la a entender o que está acontecendo e assim encontrarem a solução.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Boa noite Dr. Claudecy Tenho um relacionamento de três anos, no início a frequência sexual era maravilhosa, tínhamos relação todos os dias. Após um período meu namorado (33 anos) ficou meio desanimado, eu o procuro a fim de ter relações e ele simplesmente se esquiva, isso já aconteceu em várias fases do relacionamento, já conversamos a respeito, eu adoro sexo, mas ele não corresponde as minhas expectativas, ele diz que ninguém faz sexo todos os dias, o problema é que com ele sexo é só uma vez no mês, sei que ele não está me traindo, mas essa situação é frustrante. Ele disse pra eu fazer alguma coisa que chame mais a atenção dele, isso eu também já tentei e mesmo assim ele não ficou a fim, resolvi então não procurá-lo mais e consequentemente meu desejo por ele diminuiu, parece que somos apenas amigos dividindo a cama. Eu tinha vergonha por gostar tanto de sexo e tive muita dificuldade em me abrir pra ele, eu sinceramente acho estranho uma mulher gostar mais de sexo do que o homem. Será a diferença de idade?

    Elisa Ramiro, 25 Anos - Ver Resposta

    Olá Elisa.
    Que bom que você está expressando o quanto gosta de sexo. Isso é muito mesmo, pois vivemos numa cultura onde, ainda não é bem visto por alguns uma mulher assim.
    Outro mito a ser quebrado é o de que o quer sexo o tempo todo, diariamente, que tem que comer qualquer mulher que aparecer. Isso é esperado do homem, pois na nossa cultura somos estimulados a isso. Mas o homem não é uma máquina que só quer saber de sexo. Também tem emoções e, assim como nas mulheres, o mundo que está ao nosso redor exerce influências no nosso comportamento.
    Cada caso precisa ser investigado individualmente. Por exemplo, pode ser que seu marido goste se sexo de uma maneira diferente da sua, com intensidade de frequência diferente, que precise de bem menos que você para se satisfizer. O que não necessariamente significa um problema.
    No caso de homens e mulheres, muitas vezes o sexo é usado como forma de amenizar a ansiedade ou mesmo como uma forma se receber carinho e atenção.
    Tanto no seu caso como no dele, vale a pena entender o que está atrás dessa maneira como cada um encara o sexo. É preciso alinhas as expectativas, pois somos diferentes, sentimos e pensamos com base na nossa história, e, numa relação essas diferenças podem ser significativas.
    Conversar é necessário, mas quando sozinhos não conseguimos, é hora de pedir ajuda. Cogite essa possibilidade.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Boa Tarde! Tenho 32 anos e estou casada a 12 anos,meu marido tem 34 anos! Gostaria de sua ajuda para entender melhor o que se passa no meu relacionamento! Desde quando namoravamos eu sempre tive mais interesse sexual do que ele, ele perdeu a virgindade comigo aos 19 anos,durante esses anos sempre procurei ele e muitas vezes fui rejeitada! Investia em dança do ventre, streep, lingeries,artigos de sex shop e ele não ligava, sinto que ele faz sexo comigo por obrigação e demora até 15 dias para me procurar! Quando o questiono ele me responde que deve ter abusado muito do sexo em outra encarnação já que nessa ele tem preguiça!Por algum tempo me sentia desvalorizada e diminuida, hoje sei que não sou feia e que sou atraente e não trai ele ainda por respeito, mas não sei até quando vou aguentar! Ele não me convida para fazer nem um programa a dois, td tem que partir de mim, será que ele é gay e esta comigo só para manter as aparências? Muitas vezes ele percebe alguém me paquerando e não demonstra nem um ciúme, finge até que não vê!Não sei se é importante isso mas ele perdeu a Mãe aos 13 anos e teve que conviver com o Pai que era muito duro!Me ajude por favor! Obrigada!

    Juliana, 32 Anos - Ver Resposta

    Oi Juliana. Eu sei que você está muito confusa e angustiada. Mas a relação só é saudável quando é boa para ambos. Nesse caso, percebo que o sexo é algo quase que obrigatório para ele, o que não é bom para ambos.
    Todos nós, temos uma forma de nos relacionar com o tema sexo. Não tem regra igual para todos seguirem. O que está claro que a de vocês dois é muito diferente.
    Nesse caso penso que seria importante vocês irem a um terapeuta sexual para analisar o porquê disso. Outra coisa que julgo importante é você entender que por mais que amamos a outra pessoa, que ela seja muito importante para nós, é necessário pesar e ver se vale à pena manter a relação com essa configuração, já que não está boa e que talvez ele não saiba ou não tenha vontade de mudar.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá doutor, sou casada a 10 anos e vai fazer um ano que meu esposo perdeu o interesse sexual por mim, ele não me procura mais e quando eu o procuro ele age mecanicamente, ele nunca deu motivo para que eu desconfiasse dele mas agora acho que ele tem alguém pois quando lhe pressiono fazendo perguntas ele ou fica calado ou me responde com outra pergunta.As vezes ele diz que cansou da vida de casado e fala que não tem ninguém, sou bonita me cuido atraio olhares de muitos homens mas ele simplesmente não está nem aí, não temos filhos porque ambos temos problema para engravidar achei que isso poderia ser um motivo mas ele não fala nada, mas o que mais me deixa irritada é que todas as vezes que quero conversar sobre o assunto ele não quer e sempre fica calado e só eu falo sozinha, já não sei mais o que fazer... me ajuda por favor.

    Patty, 30 Anos - Ver Resposta

    Oi Patty.
    Eu sei que essa situação é muito chata, acaba com a relação. O casal sofre com isso.
    Mas a questão pode ser mais ampla do que se imagina. Ao cuidar de casos assim, é comum encontrarmos outros fatores que para os envolvidos, é difícil perceber. Por exemplo, a questão ser bonita, bem cuidada e ser admirada por outros, mostra que não é o bastante para seu marido. Isso sugere que existem outros motivos envolvidos. Por exemplo, em muitos casos o problema pode estar com a pessoa, são questões pessoais que não envolve a outra parte. Não podemos descartar também que cada um tem suas expectativas sobre o outro, e em casos assim, pode ser que ele perceba comportamentos em você que não são os desejados por ele. Isso acontece em todas as relações, o problema é quando há um excesso.
    Uma de suas queixas é que ele não fala, isso é um problema. Mas para muitos, é difícil falar, às vezes porque a pessoa não elaborou ainda o motivo, em outros casos é porque o falar vai machucar, magoará ou implicará em perdas.
    Essas situações não são fáceis. Eu recomendo que em casos onde essas dificuldades existam e um ou ambos não sabem como lidar, que procurem um psicólogo para ajudar a entender e a resolver essa crise.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá, bom dia. Preciso de ajuda. Meu marido foge de mim o tempo todo. Acorda muito cedo e sai (não trabalha fora) e á noite quando eu chego ele finge que está dormindo, se vou para um cômodo ele vai para outro e na cama sempre diz que está com dor e as vezes até briga comigo. Descobri que os preservativos que eu comprei sumiram da gaveta dele e apareceram num cômodo fora da casa. Me ilumine, estou precisando de ajuda. grata

    Claudia, 47 Anos - Ver Resposta

    Oi Claudia.
    Por que tanta insistência? Qual parte você não entendeu que ele não está afim de sexo com você?
    Viver assim, sendo rejeitada é muito ruim para você.
    Conversar com ele de forma clara e sincera para entender o que está acontecendo e não mais aceitar essas fugas, pode ser um bom início de conversa.
    Pode ser que o casal precise de ajuda, lance mão desse recurso.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Bom tarde Dr. Claudecy. Estou em um relacionamento há 8 meses. Nos primeiros encontros, meu namorado não conseguia ter ereção com a penetração, pensei que o problema era eu, conversei com ele que me afirmou que não era eu, me disse que sou linda, que só estava estressado com o serviço. O tempo foi passando e nossa relação foi ficando mais intima, mas percebo que ele muitas vezes prefere gozar se masturbando, ele me penetra com o pênis ereto, mas de repente amolece dai ele me pedi para falar "sacanagens" e sente o maior prazer quando falo de sexo entre homossexuais, quando falo de pênis "grande e grosso", ele inclusive fala: "Que pinto gostoso", porém rompe a penetração e passa a se masturbar. E eu fico me masturbando também, isso acontece quase em todas as relações. Ele só "goza" em uma posição quando esta me penetrando, mais sinto o pênis dele mole e dai começo a falar de vários tipos de fantasias inclusive entre homens e ele se excita de novo. Hoje, me senti horrível, sempre estou dormindo pela manha quando ele sai para o trabalho, mas hoje despertei antes dele entrar no banho, e escutei ele gemendo ao gozar, depois com o chuveiro já ligado, ele continuou gemendo e logo percebi que ele estava gozando de novo. O pior de tudo é que ontem, fizemos sexo, ele gozou de novo se masturbando, e eu também. Sou uma mulher atraente e me sinto sexy, mas tenho me sentido muito triste com essas situações, fico pensando que ele gosta de sexo com outros homens e que não o satisfaço por isso se masturba no banheiro e na sala enquanto eu durmo. Ultimamente eu que tenho o procurado, entenda eu adoro sexo, e estou me decepcionando cada vez mais com ele. Não estou me satisfazendo. Já conversei varias vezes com ele, e coloquei minha insatisfação de forma calma, mas nada adianta. Preciso muito de uma orientação.

    Evilyn, 26 Anos - Ver Resposta

    Olá Evelyn.
    Obrigado por visitar meu site e por confiar essa questão tão íntima a mim.
    Eu entendo que você fique preocupada. Isso é chato mesmo. Mas o que você já fez, que foi conversar com ele, é o principal. Isso é importante porque a pessoa tem a oportunidade de se abrir, contar o que está acontecendo. Porém algumas pessoas, mesmo assim, têm dificuldade de falar. Pode ser o caso dele.
    O que chama a atenção são as fantasias dele, que dão a entender uma forte excitação por relações com homens. Não dá para falar que ele é gay, mas parece que essa vontade tem roubado a cena no sexo com você. Além disso, tem a masturbação, que parece que ele prefere mais sentir prazer dessa forma que com você. Isso pode acontecer por vários motivos, dentre eles, a pessoa não se satisfaz com a parceria, mas não tem coragem para terminar; a pessoa pode gostar do mesmo sexo; a pessoa usa a masturbação como forma de se “aliviar” mais rápido, pois está ansioso.
    É comum as mulheres pensarem que a beleza é suficiente para atrair o homem. Isso vale enquanto estão acontecendo os jogos de sedução e/ou no início do relacionamento. Mas há vários fatores que ao longo do tempo se faz necessário para essa “chama” continuar acesa, como por exemplo, os valores da pessoa, comportamentos, se o que ela faz causa admiração no homem... É claro que esses fatores são pra ambos.
    É isso, vale a pena você analisar o quanto essa relação está boa para você, se está deixando você feliz, se está contribuindo para seu crescimento.
    Também vale pensar que o problema do outro pode não ter nenhuma ligação com você.
    Caso queira saber mais alguma coisa, pode entrar em contato novamente.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

Contato

  • (11) 5092-3898
  • contato@claudecy.com.br
  • Av. Bem-te-vi, 333 - Conj. 61 - Moema - SP

Mídias Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail