Destaques

  • oi dr td bem? agradeço por este espaço, sou recém casada, no começo do namoro no ato da relação sentia dores, ficava enchada durante 2 dias, pq o penis dele é muito grande. Mas logo eu fui me acostumando, me adaptando a ele, mas agora as dores voltaram, e muto pior, não fico enchada, mas é uma dor insuportável, E o problema é que ele não me intende, como se eu não tivesse interece nenhum por ele, mito pelo contrario, as vezes eu seguro a dor o máximo que posso só para satisfaze-lo, é claro que ele tambem me satisfaz, mas com esta dor é impusível. vou marcar um consulta com o ginecologista, mas antes eu queria saberde vc! Sinto um enorme desejo por ele! por favor, me ajude, o que eu faso, como satisfaze-lo sem me machucar? Obrigado!

    Vivi, 21 Anos - Ver Resposta

    Oi Vivi. Que bom que vc vai ao ginecologista.
    O seu desejo por ele, pode diminuir se nas relções você continuar sentindo
    dor.
    Se ele não a entende, talvez ele não saiba realmente o quanto que do modo como ele faz a machuca, pois se você às vezes ssuporta queta essa dor, para ele está tudo bem.
    É preciso uma conversa muito sincera com ele mostrando seus limites. Que ele precisa respeitar.
    Fique atenta, pois você demonstra muita preocupação com ele, e parece que às vezes você esquece de você.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Meu nome Vanessa sou casada ha 1 ano, nuca fui de ter muita lubrificação ja sentia algumas dores por fora .....,mas de um tempo venho sentindo dores mas fortes onde não consigo que meu marido termine e penetração ......Drº estou muito preocupada com isso sempre estamos bem mas quando isso acontece nao consigo sentir prazer algum.
    Há algum lubrificante que possa usar ?
    Agradeço a resposta

    Vanessa, 26 Anos - Ver Resposta

    Oi Vanessa, é importante investigar a origem disso. Primeiramente vá ao ginecologista para ver se existe alguma questão orgânica envolvida. Caso não haja, tente se envolver mais nas preliminares, pois assim seu corpo responderá melhor aos estímulos e você terá lubrificação.
    Caso essa dificuldade continue, procure um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • tenho muita dores quando tenho relacao com meu marido, e agora nao tenho nem vontade de fazer sexo com ele. o senhor pode me ajudar eu estou desesperado com essa situacao?

    Ellen, 19 Anos - Ver Resposta

    Ellen, é preciso saber o que está causando essa dor, pois ela pode ter vários motivos. Por isso procure um ginecologista, caso não seja algo de origem orgânica, procure um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Gostaria que me ajudasse a entender uma questão. Tenho 38 anos, solteira e jornalista. Sou atraente, inteligente e meu conjunto costuma agradar, não sou do tipo fútil, pelo contrário, porém nunca consigo manter um relacionamento, aliás nunca namorei. Eles chegam, me conquistam, querem intimidade e depois vão embora. Minha irmã diz que sempre escolho o mesmo tipo de homem e cometo os mesmos erros. Além de tudo, estou com um probleminha que até consultei meu ginecologista. Os três últimos homens com quem me relacionei (rapidamente) toda vez que estávamos na ardência do desejo, ambos querendo um ao outro, sinto muita dor na penetração. Às vezes não conseguem nem penetrar, outras vezes peço para pararem porque dói e estou achando que isto está afastando os homens de mim. O último me disse que sou bem estreita, será falta de prática?? Meu ginecologista disse que estou normal (tive uma candidíase, mas mesmo depois de curada a dor continuou). Meus exames derem ok e ele disse que isto ocorre porque não consigo relaxar, acho que sempre vão me deixar e isto acaba me bloqueando e impedindo uma penetração normal e que o dia que encontrar uma pessoa legal, vou me entregar por inteiro e isto vai se normalizar. Mas o que ocorre? É normal uma mulher sentir dor como estou sentido agora e nunca conseguir namorar alguém?

    Sabrina, 38 Anos - Ver Resposta

    Olá Sabrina.
    Parabéns por pela iniciativa de procurar ajuda especializada para cuidar dessa questão que deve te atrapalhar muito.
    Pelo que você descreve, a sexualidade não estão bem, porém, será necessário ouvir você para entender o que está acontecendo a ponto de você ter dificuldades para se relacionar, se envolver e também vivenciar sua sexualidade de modo saudável.
    Sem dúvidas existem questões na sua vida que estão motivando tais comportamentos, é isso que precisaremos investigar e tratar.
    Sei que é muito difícil levar a vida nessas condições, mas é importante que você saiba que existe como tratar isso. Eu recebo com freqüência no meu consultório mulheres com queixas semelhantes, por isso compreendo bem o sofrimento que você deve sentir.
    Algumas dores na hora da transa podem ocorrer por diversos fatores orgânicos, no entanto, quando os ginecologistas examinam e não encontram nada que justifique essa dor, então, estamos diante de um fator psicológico.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Oi Dr Claudecy, desde quando comecei a ter relações com meu noivo, há três anos atrás, sinto muitas dores. No começo, fui a uma ginecologista e ela disse que estava tudo bem e que era normal sentir aquelas dores. Não satisfeita, procurei outro médico. Ao me examinar, ele disse que eu estava com uma ferida de colo de útero. Ele me receitou uns óvulos, à base de azitromicina e calêndula, feitos em farmácia de manipulação para que eu usasse durante 10 dias. Fiz o tratamento e nada adiantou. Procurei outra médica e ela fez a cauterização no dia 06/09/05. Segui à risca os 40 dias de abstinência. No retorno, ela disse que a ferida havia diminuído bastante, porém levaria cerca de 6 meses para cicatrizar completamente e, durante esse período, eu poderia ter relações normalmente. Ela me receitou o Intragel para ajudar na lubrificação. Mas as dores persistem e têm me tirado a vontade de ter relações. Fico muito nervosa durante a penetração por causa da dor e sinto como se algo estivesse queimando por dentro e, às vezes, sinto uma beliscada. Meu noivo é bastante paciente e compreensivo. Dependendo da posição, a dor é até suportável. Mas me sinto muito mal com essa situação pois eu gostaria de ter uma vida sexual normal. Perquisei bastante na internet sobre vaginismo, desejo sexual hipoativo, frigidez, etc, para tentar entender o que está acontecendo. O que devo fazer?

    Patricia, 31 Anos - Ver Resposta

    Olá Patrícia.
    Penso que essa situação é no mínimo desagradável, não é? Afinal, não poder desfrutar da sexualidade de modo gostoso e saudável, é muito ruim.
    É bom observar que possivelmente outros aspectos na sua vida também estão precisando de atenção, de modo que a sexualidade é que está denunciando que você, como um todo pode estar precisando de ajuda.
    É importante que você procure ajuda, e já é o que está fazendo me enviando essa mensagem. Porém sugiro que você procure um terapeuta sexual, para juntos, resolverem essas questões.
    Infelizmente alguns profissionais de saúde acabam tento alguns procedimentos equivocados, e com isso causando mais sofrimento a pessoa que já vai com uma expectativa de resolver o problema.
    Por e-mail, fica difícil fazer um diagnóstico, por isso a importância de ir a um especialista. Pelo que você fala, tudo me leva a crer que se trata de uma questão psicológica, mas eu precisaria saber mais de você.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Oi..meu nome é Elena, sempre tive relações normal e prazeroza,mas há mais de 10 anos que eu não tenho relação sexual constantes, mas tipo, uma vez a cada em 3 anos, mantive relações sexual..e a última vez que eu mantive relações normal sem dores, foi cerca de uns 03 anos,e sempre foi normal, mas esses nesses dias ultimos(em setembro de 2004) mantive relações, sempre excitada e com orgasmos multiplos, mas antes sinto dores acompanhado de sangramentos, agora em abril , senti o mesmo, seria o fato de eu estar muito tempo sem relações sexuais?....por favor, me ajude!!!

    Helena, 50 Anos - Ver Resposta

    Oi Helena.
    Algumas coisas precisam ser investigadas:
    Você estava bem lubrificada? Essa é uma das causas das dores, com sua a idade é muito freqüente algumas mulheres terem dificuldades para lubrificar.
    Será que existe alguma questão orgânica que esteja causando essa dor, como por exemplo alguma infecção?
    Quanto ao espaço de tempo entre uma relação e outra, se você tiver bem lubrificada e o parceiro for cuidadoso na hora da penetração, não há motivos para essa dor nem para o sangramento. Lembrando que a vagina é um músculo flexível que se adapta ao ser penetrada e depois volta ao estado normal.
    Tanto para primeira situação como na segunda, é muito importante que você vá ao ginecologista para ver se existe alguma complicação orgânica.
    Caso não exista problemas de ordem orgânica, pode ser, quem sabe, algum fator psicológico, e para isso você precisa buscar um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tenho 19 anos e sou casada a 5 meses, estou tendo problemas com o relacionamento sexual com o meu marido isso nunca aconteceu comigo, pois agora estou com esse problema, na hora do sexo eu sinto dor e tenho muito encômodo, com isso to deixando o meu marido muito preoculpado, e ele ta achando que a culpa é dele, mas eu ando muito cansada, deve ser isso muita conta para pagar e o meu serviço. E eu tenho pouca lubrificação, por favor me ajuda, algum remedio auxiliar algum floral, pois eu nao quero mais passar por isso, estou me sentindo muito triste porque não consigo satisfazer o meu marido. Obrigada.

    Ana, 19 Anos - Ver Resposta

    Olá Ana, antes de você se preocupar em satisfazer seu marido, procure se satisfazer.
    Será necessário investigar o que está acontecendo que você está com dificuldades para sentir desejo, para isso, é importante que procure um psicoterapeuta sexual.
    Uma das causas da dor na hora da penetração, é devido a pouca lubrificação que você está apresentando.
    É certo que as contas para pagar nos preocupam, mas não é por causa disso que você está com essa dificuldades.
    Procure descobrir coisas que te dão prazer, que te excitam, que faça seu corpo reagir aos estímulos que você fará. Outra sugestão é o diálogo. Procure conversar com seu marido, diga a ele as coisas que você gosta, como ele deve tocar você, acariciar, dizer coisas que te excitam. Assim você se sentirá mais estimulada e aumentará sua lubrificação.
    Vocês já tentaram conversar sobe as fantasias de cada um? Claro que é importante respeitar os limites do outro.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Preciso de ajuda. Tenho 25 anos e sinto muitas dores nas relações sexuais. Na verdade sempre foi assim desde a minha primeira relação. Além disso, como sempre senti dores, também nunca tive prazer. Já consultei uma ginecologista e ela me disse que fisicamente estou ótima. Diante disso, eu fico muito nervosa porque sexo para mim é realmente muito doloroso e eu já tentei várias posições, mas as dores nunca somem. Isso é normal?? Qual é o meu problema?? O que está acontecendo comigo?? Me ajude.

    Lucia, 25 Anos - Ver Resposta

    Oi Lucia, como vai?
    Se já foi descartado pela ginecologista ser uma questão física, então só resta a psicológica.
    De fato é muito ruim ir para uma relação sofrendo assim com essas dores. Sugiro que procure um psicoterapeuta sexual para ajudá-la a aproveitar sua sexualidade de modo mais saudável e prazeroso.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá, meu nome é Marcelo, e tenho algumas duvidas; espero q vcs poção me ajudar... Minha noiva sente dor nas nossas relações sexuais; sinto seu desconforto, por isso tem q acontecer bem devagar. O problema é q desta forma não consigo chegar ao final, e em pouquíssimo tempo de relação ela me pede para parar. Percebo q ela sente desejo antes, e procuro esquentar bem as coisas nas preliminares; mesmo assim o resultado é muito frustrante. Não conversamos muito sobre o assunto, mas quando eu pergunto se ela tem orgasmos, ela me responde q não sabe. Sinto ela fria nas relações sexuais e sinto q ela tenta se esforçar para me satisfazer. Gostaria muito de umas respostas sobre esse meu problema. Obrigado pela atenção prestada.

    Marcelo, 30 Anos - Ver Resposta

    Olá Marcelo, como vai?
    Será preciso entender o que está causando essas dores nela. Num primeiro passo, seria muito importante ela ir ao ginecologista para ser examinada e ver se essa dor tem relação com alguma questão orgânica. Depois, independente de ter ou não alguma questão orgânica envolvida, é importante que ela procure um psicoterapeuta sexual para entender os aspectos emocionais que podem estar envolvidos nessas questão. Por outro lado, ela também não sabe sentir o orgasmo, o que já seria uma outra questão bastante importante para ser trabalha, pois, não conseguir usufruir de uma sexualidade saudável, prazerosa e mais ampla, podem levar a pessoa a um descontentamento e isso se ampliar a outros aspectos da vida dela.
    Não podemos esquecer o lado do parceiro, na qual, é importante que ele perceba, a satisfação da parceira, que ele contribuiu nesse processo. Por isso a pergunta que muitos homens fazem: "você conseguiu atingir o orgasmo?" Isso é importante para ele.
    Existe outra questão que precisa muito ser trabalhada e desenvolvida entre vocês, que é a comunicação. Não conversar sobre essas questões em nada ajuda, pelo contrário, só dificulta. Ter um diálogo com base no respeito, confiança, e com o intuito de crescimento pessoal e do casal, já é um grande passo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Me ajuda...namoro a 8 meses, ja tentamos várias. Vezes ter relação. Sexual, mais o meu pavor maior é a penetração. Fui no ginecologista, ela fez papanicolau e disse que meu homem ja estava rompido. Eu não sei o que faço mais, pois o desejo é muito grande. Eu não sei com quem me tratar. Minha pressão. Abaixa só de pensar, até. Pra fazer um tratamento. Com gynax eu me desespero, consegui uma vez. Me ajudaaaaa...obrigada desde ja...

    Camila Mendez, 27 Anos - Ver Resposta

    Olá Camila. Que bom que você resolver procurar ajuda especializada.
    Eu entendo que essa dificuldade com a penetração é muito ruim e atrapalha seu desenvolvimento.
    É preciso investigar o motivo para esse medo de ser penetrada. Esse é o primeiro passo. Os motivos para esse medo são vários, que pode ter origem orgânica ou emocional. Como a orgânica já foi descartada pelo ginecologista, então é preciso investigar a psicológica. Por isso, ir a um psicólogo especializado em sexualidade, vai ajudar muito.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

Contato

  • (11) 5092-3898
  • contato@claudecy.com.br
  • Av. Bem-te-vi, 333 - Conj. 61 - Moema - SP

Mídias Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail